Jornal do Commercio
TRIBUTOS

Recife terá reajuste de 2,7% no IPTU de 2018

Tarifa referente a janeiro já contará com percentual, referente ao IPCA de novembro de 2016 a outubro de 2017

Publicado em 14/11/2017, às 07h15

Além da capital, outras cidades pernambucanas, como Olinda e Jaboatão dos Guararapes, aplicarão o mesmo percentual / Foto: Diego Nigro/ JC Imagem
Além da capital, outras cidades pernambucanas, como Olinda e Jaboatão dos Guararapes, aplicarão o mesmo percentual
Foto: Diego Nigro/ JC Imagem
Editoria de Economia

A queda da inflação ao longo deste ano vai implicar no menor reajuste do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) pago pelos recifenses desde 2013. Fixado com base no IPCA, o tributo terá uma correção de 2,7%, já aplicada ao pagamento referente a janeiro de 2018. Se para os contribuintes o percentual mais baixo representa um alívio, para os cofres municipais pode significar uma queda na arrecadação. A Prefeitura do Recife, no entanto, aposta que o número inferior ao aplicado nos últimos anos e a perspectiva de melhora do cenário econômico estimulem a adimplência, diminuindo a possibilidade de queda real de receita.

No Recife, o reajuste é considerado com base no IPCA entre os meses de novembro de 2016 e outubro deste ano (12 meses completos). Além da capital, outras cidades pernambucanas, como Olinda e Jaboatão dos Guararapes, utilizam a mesma base de cálculo para reajustar o IPTU.

“Esperamos que cresça a quantidade de pessoas com capacidade de quitar suas contas em dia, diminuindo a inadimplência. Se nos últimos anos tivemos grandes reajustes, tivemos, por outro lado, o crescimento da inadimplência, o que fez a Prefeitura fechar a arrecadação real – quando descontada a inflação – de 2016 negativa”, destaca o secretário de Finanças do Recife, Ricardo Dantas.

Segundo a secretaria, o percentual médio de adimplência na cidade chegava em 82% há três anos – antes do agravamento da crise econômica. Nos últimos anos, essa taxa caiu para abaixo de 78%.



O reajuste aplicado a partir do início deste ano foi o que mais gerou impacto e polêmica entre os recifenses. Além dos 7,87% referentes ao IPCA de 2016, começou a ser considerada uma atualização sobre alterações nas áreas dos imóveis realizada através de sobrevoo sobre os imóveis da cidade. Os carnês ainda passaram a contar com a cobrança da Taxa de Coleta, Remoção e Destinação de Resíduos Sólidos Domiciliares (TRSD), que em alguns casos pode representar um valor próximo ou superior ao do próprio IPTU.

Apesar das fortes críticas, a cobrança da taxa está mantida. Para este ano, no entanto, não haverá mudanças de cobranças do IPTU sobre a área dos terrenos que não foram declaradas, já que a Prefeitura não promoveu novos sobrevoos.

DESCONTO

Até o próximo dia 30, o contribuinte recifense que informou o CPF para a emissão de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) ao longo deste ano poderá solicitar um desconto no valor do IPTU para as cobranças de 2018. Para receber o benefício, é preciso clicar no banner “Desconto IPTU 2018” indicado no site da Prefeitura (www.recife.pe.gov.br). Quem ainda não é cadastrado, deve preencher antes um formulário.

E mesmo o contribuinte que não é proprietário do imóvel, mas informou o CPF no ato da compra, pode indicar no mesmo endereço eletrônico o imóvel para o qual deseja direcionar seu crédito. Cada residência pode receber um desconto de até 50% sobre o valor do imposto.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Rafael,24/01/2018

MEU é IPTU 2018 3.343,74. apartamento comum de 99,98 metros quadrados. é surreal. um apartamento neste nível em recife não chega aos 1000 reais.

Por Rafael,24/01/2018

INFORMAÇÃO CALUNIOSA, PELO MENOS NO QUE SE REFERE A JABOATÃO DOS GUARARAPES. O AUMENTO DO MEU IPTU PARA 2018 ESTÁ SENDO 26%. ANO PASSADO FOI 18%. MORO EM PIEDADE, RUA JOSE NUNES DA CUNHA.

Por José Mª Rodrigues de LIma,15/12/2017

O IPTU do Recife é o mais caro dos que tenho conhecimento, pelo menos das cidades nordestinas como Natal, RN e Fortaleza, CE. E o pior, os serviços prestados pela Prefeitura não corresponde a esse alto preço pago pelo recifense.

Por Josimar,14/11/2017

Mas, o atendimento da EMLURB continua ruim apesar dos aumentos de taxa de limpeza e impostos dados na atual gestão da prefeitura do recife.

Por Adriana silveira,14/11/2017

Acho engraçado subir IPTU e outras coisitas mais e não vemos os serviços que deveriam ser prestados funcionarem em nossos bairros. E um descaso com a população onde sempre pagamos pelos erros e roubos dos nossos governantes. #revoltada.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe
As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM