Jornal do Commercio
METRO QUADRADO

FipeZap: preço de venda de imóveis sobe no Recife em janeiro

Em janeiro do ano passado, a capital pernambucana acumulava uma queda de -0,78% no preço do metro quadrado

Publicado em 06/02/2018, às 20h12

O preço médio do metro quadrado do Recife em janeiro de 2018 passou a custar R$ 5.918 / Foto: Ricardo B. Labastier/ Acervo JC Imagem
O preço médio do metro quadrado do Recife em janeiro de 2018 passou a custar R$ 5.918
Foto: Ricardo B. Labastier/ Acervo JC Imagem
JC Online

O Recife registrou uma alta de 0,54% no preço do metro quadrado de imóveis residenciais à venda em janeiro deste ano, segundo o Índice FipeZap. Dentre as vinte cidades analisadas, a capital pernambucana é a segunda com a maior variação positiva para o período, embora o registro de queda real no preço da venda de imóveis tenha sido de -0,41% no restante do País durante o primeiro mês de 2018.

Em janeiro do ano passado, a capital pernambucana acumulava uma queda de -0,78% no preço do metro quadrado, enquanto Salvador, no mesmo período, alcançava alta de 0,6%. Este ano, porém, a alta da capital baiana ficou na casa dos 0,15%, enquanto Fortaleza teve saldo negativo de -0,32%, completando o quadro das cidades do Nordeste pesquisadas.



Bairros

O preço médio do metro quadrado do Recife em janeiro de 2018 passou a custar R$ 5.918. O bairro do Pina, na Zona Sul da capital, figura como o bairro mais caro (R$ 7.440), seguido pelo Poço da Panela (R$ 7.016), na Zona Norte, e a Jaqueira ( R$ 6.786), localizado na mesma região. Os bairros com os menores valores para compra de imóveis por metro quadrado na cidade se concentram na Zona Oeste, compreendendo a Cidade Universitária (R$ 4.200), Iputinga (R$ 3.984) e Engenho do Meio (R$ 3.938).


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Flavio,07/02/2018

Querem forçar uma falsa expectativa e fazer as pessoas mentalizarem que o preço está 'subindo'. A quantidade de corretor que está rodando no Uber é de perder a conta. Pergunta a eles como está o mercado! Matéria paga.

Por Rafael,07/02/2018

Esses números não condizem com a realidade, ainda está bem abaixo disso...

Por Noemia,07/02/2018

É meRmo é ???. Revogaram a principal lei de mercado , "oferta e procura". Construtora grande anunciando desconto em horário nobre... Feirões vazios. Construtora alugando imóvel porque não consegue vender. Faltou a tarja: "Link Patrocinado".



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM