Jornal do Commercio
GREVE DOS CAMINHONEIROS

Paciência do pernambucano está chegando ao limite, diz secretário

Segundo secretário de Planejamento e Gestão, população está perdendo a calma diante de questões como falta de remédios nos hospitais e de gás de cozinha

Publicado em 28/05/2018, às 18h02

Márcio Stefanni também explicou que o governo segue negociando a liberação de mais caminhões de combustível em Suape / Foto: Leo Motta/JC Imagem
Márcio Stefanni também explicou que o governo segue negociando a liberação de mais caminhões de combustível em Suape
Foto: Leo Motta/JC Imagem
JC Online

A paralisação dos caminhoneiros chegou ao oitavo dia nesta segunda-feira (28) e, de acordo com o secretário de Planejamento e Gestão do Estado, Márcio Stefanni, o pernambucano está perdendo a calma diante da situação. 

"Estamos tentando negociar, mas sabemos que a paciência do povo de Pernambuco está chegando ao limite, uma vez que começa a faltar gás de cozinha, remédios nos hospitais", explicou.



Negociações

Stefanni também informou que o governador Paulo Câmara está reunido com integrantes do Ministério Público para detalhar como o governo está lidando com a paralisação. Caso seja necessário, segundo ele, a força poderá ser utilizada para resolver a situação. "O governador está reunido com o Ministério Público (MP), defensor da sociedade, para que o MP seja avisado das medidas que o Estado tem tomado e se colocando a disposição para requisição de medidas, inclusive de força, se necessário for", afirmou.

Entre a noite do domingo (27) e esta segunda (28), cerca de 50 caminhões de combustível saíram de Suape. De acordo com o secretário de Planejamento, há uma negociação em curso para que mais caminhões sejam liberados. "Algo em torno de 30% do que é comum no dia a dia, isso representaria cerca de 120 a 150 caminhões somente de combustível".





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM