Jornal do Commercio
INVESTIMENTO

Mondelez amplia fábrica em Vitória de Santo Antão

A variedade de biscoitos produzidos na planta de Vitória de Santo Antão passou de 25 para 57 este ano

Publicado em 09/10/2018, às 08h04

Mondelez quer consolidar liderança em snacks / Foto:
Mondelez quer consolidar liderança em snacks
Foto:
Da Editoria de Economia

A Mondelez está ampliando em cerca de 11 mil mil metros metros quadrados a fábrica em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata do Estado. Ao fim, a unidade vai atingir quase 60 mil metros quadrados. A expansão começou este ano e faz parte de uma nova estratégia da empresa para ganhar mais competitividade. O valor do investimento não foi revelado.

A unidade incorporou parte da produção de uma fábrica pequena que a Mondelez tinha no interior de São Paulo. Hoje, a empresa possui duas plantas nos Estados de Pernambuco e do Paraná.

A variedade de biscoitos produzidos na planta de Vitória de Santo Antão passou de 25 para 57 este ano. Antes da expansão, Oreo, Trakinas e algumas linhas de Club Social já eram produzidas na unidade. Agora, a fábrica produz todo o portfólio de Club Social, além de Belvita.

"Pernambuco é muito importante para a Mondelez, a gente tem em Vitória a segunda maior fábrica da América Latina. Então, a gente concentrou toda a produção de biscoito do Brasil na planta. É uma fábrica nova, moderna, com 1,5 mil funcionários", explica a diretora de Assuntos Corporativos e Governamentais da Mondelez, Grazielle Parenti.



SNACKS

A Mondelez, agora, quer consolidar a liderança em snacks e se aproximar mais do consumidor, aumentando a presença em atacarejos, farmácias e e-commerce. "A gente tem um propósito novo chamado 'Snacking Made Right', a gente escolheu estrategicamente ser o líder de snack no mundo. Snack é aquilo que você leva na bolsa, come entre uma refeição e outra, algo nesse sentido. Para isso, a gente quer entender o que as pessoas querem comer, o momento que o consumidor quer e da maneira certa, com sustentabilidade na cadeia", explica Parenti.

O mercado de snacks representa U$ 30 bilhões no País. Uma iniciativa para fortalecer a presença no mercado é o projeto piloto chamado Loja Mondelez, na internet, disponível para pequenos lojistas no Sul do Brasil.

Outra estratégia é apostar em novos segmentos, como sorvetes e chocobakery (biscoito mais chocolate), para alavancar as marcas. "Estamos criando cookies com sabor de chocolate nossos, como cookie com chocolate de Shot, Laka", explica Graziela. 

Hoje, os produtos da empresa estão presentes em mais de 700 mil pontos de venda. O Brasil representa 46% da receita da América Latina. Com isso, a expectativa da Mondelez é de crescer 3% em receita orgânica globalmente.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM