Jornal do Commercio
Organização criminosa

Operação mira quadrilha especializada em fraude em licitação no Grande Recife

O grupo age no bairro do Pina, na Zona Sul do Recife e na Reserva do Paiva, no Cabo de Santo Agostinho; Uma mulher foi presa

Publicado em 11/10/2018, às 08h15

Durante a operação, a Polícia Civil apreendeu documentos e celulares / Foto: Juliana Oliveira/Rádio Jornal
Durante a operação, a Polícia Civil apreendeu documentos e celulares
Foto: Juliana Oliveira/Rádio Jornal
JC Online

A Polícia Civil desencadeou na manhã desta quinta-feira (11) a 53ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada ‘Castelo de Farinha’. A ação tem o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em fraude e crimes de licitação no ramo alimentício, no bairro do Pina, na Zona Sul do Recife, e na Reserva do Paiva, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana. Ao total, estão sendo cumpridos 10 mandados, sendo três de prisão temporária e sete de busca e apreensão domiciliar. Apenas uma mulher foi presa e os outros dois homens não foram localizados. 

Investigações

De acordo com as informações do diretor da Diretoria Integrada Especializada (DIRESP), José Claudio Nogueira, as investigações foram iniciadas no mês de julho de 2018 após o cancelamento de uma licitação da Prefeitura de Ipojuca. Uma pessoa, que impediu a licitação rasgando o documento, foi presa em flagrante.

A mulher, que ainda não teve a identidade revelada, seria funcionária do empresa envolvida nas licitações e foi presa nesta manhã em sua própria residência em Jaboatão dos Guararapes. Foram apreendidos celulares e documentos. Os outros dois alvos das ordens judiciais são homens, que também não tiveram a identidade divulgada, e podem ser o proprietário e funcionário do estabelecimento. A Polícia Civil ainda não informou o nome da empresa.  



"Diante disso, se passou a fazer um aprofundamento nas investigações para tentar identificar vínculos dessas pessoas com outras empresas, que poderia ter participação em outras licitações em outros locais", informou José Claudio Nogueira. "As outras duas pessoas não foram localizadas até o momento. Temos a informação de que uma dessas pessoas está fora do país", revelou.

Em relação à funcionária, ela foi encaminhada junto com o material apreendido para a sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, onde prestará depoimento. Após isso, ela será encaminhada para o Centro de Triagem Professor Everaldo Luna (COTEL), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

As ordens judiciais foram cumpridas pela Delegada Patrícia Domingos, da DIRESP. Sessenta policiais civis participaram da ação. 





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM