Jornal do Commercio
ARTESANATO

Fenahall deve movimentar R$ 3 milhões em negócios

O evento vai reunir 400 produtores nos dez dias, com expectativa de movimentar R$ 3 milhões em vendas diretas e indiretas, 10% a mais em relação a 2018

Publicado em 10/01/2019, às 05h06

Fenahall espera 120 mil pessoas nos dez dias de evento / Foto: Divulgação
Fenahall espera 120 mil pessoas nos dez dias de evento
Foto: Divulgação
Da Editoria de Economia

Uma amostra do artesanato local e internacional vai estar disponível de amanhã até o dia 20 de janeiro, no Classic Hall, na 16ª edição da Fenahall. O evento vai reunir 400 expositores em 230 estandes, com expectativa de movimentar R$ 3 milhões em vendas diretas e indiretas, 10% a mais em relação a 2018.

“Neste momento otimista da população e com nosso investimento em mídia, esperamos um público maior em relação ao ano passado. Mais de 120 mil pessoas devem entrar efetivamente na feira, 10% a mais em relação a 2018. Teremos dez segmentos diferentes, como moda, gastronomia e saúde. Inclusive, teremos pelo menos 20 estandes que vão vender produtos por menos de R$ 10”, comenta o coordenador da Fenahall, Leonardo Cavalcanti. Ele destaca também a parceria com a Cepe, que vai levar uma biblioteca para o evento. “É mais uma forma de expressão artística”, complementa.

Outro destaque do evento é o Hall das Artes, que vai reunir obras de mestres pernambucanos pelo segundo ano. Vicente Rodrigues, Marcos de Nuca, Zé Alves, André Menezes, Guimarães Bezerra, Gege Pedrosa, entre outros, estarão com suas peças expostas no evento.



Pelo menos 50% dos artesãos são do Estado, enquanto 35% vão vir de diferentes partes do País. O resto corresponde a visitantes internacionais de países como Colômbia (que participa pela primeira vez da feira), Peru, Turquia, Japão, Índia, Indonésia e Senegal.

Para facilitar o acesso à feira, um esquema de traslado Fenahall-Shopping Tacaruna funciona todos os dias, com embarques e desembarques de 15 minutos em 15 minutos.

O evento vai funcionar das 16h às 22h, de segunda a sexta-feira, e das 14h às 22h, aos sábados e domingos. Já o ingresso será vendido no local, pelo valor de R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia-entrada).





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM