Jornal do Commercio
Notícia
PRIVATIZAÇÃO

A concessão em blocos do Aeroporto do Recife foi criticada por políticos e empresários

No entanto, o secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann diz que a qualidade do serviço vai melhorar

Publicado em 15/03/2019, às 06h30

A expectativa é de que o Aeroporto do Recife seja arrematado hoje no leilão que acontece na B3 Bolsa de Valores de São Paulo  / Foto: Edmar Mello/Acervo JC Imagem
A expectativa é de que o Aeroporto do Recife seja arrematado hoje no leilão que acontece na B3 Bolsa de Valores de São Paulo
Foto: Edmar Mello/Acervo JC Imagem
Angela Fernanda Belfort

A concessão em bloco com terminais que apresentam uma performance muito acanhada foi criticada por políticos e empresários do Estado. Os cinco aeroportos que fazem parte do conjunto com o do Recife tiveram movimentação de 5 milhões de passageiros em 2018. Dois deles (João Pessoa e Campina Grande) apresentaram prejuízo em 2017.

“O Aeroporto do Recife é o último grande a ser privatizado no Nordeste. Então, o governo federal decidiu acoplar outros terminais de porte menor na expectativa de que esses empreendimentos também tenham ganhos de escala. E isso é importante em logística”, resume o sócio-diretor da Consultoria Ceplan, o economista Jorge Jatobá. Na opinião dele, “esse osso” pode se transformar num benefício para o terminal recifense.

Já com relação aos investimentos previstos, o economista defende também que o atual terminal recifense é relativamente novo – foi inaugurado em 2004 – e não precisa de tanto investimento quanto o de Salvador e o de Fortaleza, que estão sendo “reconstruídos”. Os terminais baiano e cearense foram privatizados em 2017. Na época, tiveram investimentos estimados em R$ 2,3 bilhões e R$ 1,3 bilhão, respectivamente.



A argumentação de que o terminal perderá competitividade pelo investimento estimado em R$ 865,2 milhões com a concessão é defendida por dirigentes como o presidente em exercício da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), Alexandre Valença, e o presidente da Associação Brasileira da Indústria dos Hotéis (ABIH-PE), Artur Maroja.
O deputado federal Felipe Carreras (PSB) tentou barrar a concessão na Justiça. “Venho alertando contra a concessão do Aeroporto do Recife porque acredito que este leilão seja prejudicial ao nosso Estado. Não sou contra a privatização, sou contra o modelo em blocos. Isso, ao longo de 30 anos, vai fazer com que o Recife perca a liderança regional para seus dois principais concorrentes”, avaliou, referindo-se a Salvador e Fortaleza. Ele acredita também que o lucro do terminal recifense vai bancar o déficit dos outros terminais do bloco Nordeste.

DÉFICITS

Em 2017, o Aeroporto de João Pessoa apresentou um resultado de R$ 9,6 milhões negativos, e o de Campina Grande, R$ 4,7 milhões negativos. A performance dos aeroportos foi melhor do que em 2016, quando quatro terminais do grupo ficaram no vermelho: Aracaju (-R$ 4,8 milhões), João Pessoa (-R$ 16,7 milhões), Juazeiro (-R$ 326,8 mil) e Campina Grande (-R$ 6,4 milhões). “O Aeroporto do Recife terá três anos para apresentar o nível ótimo da Iata que será exigido também de Salvador e Fortaleza. Isso nos faz garantir que o nível do serviço não vai cair”, assegura o secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann.



OFERTAS

Especiais JC

Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.
Mãe Guerreira Mãe Guerreira
Junto com uma criança, nasce sempre uma mãe, que enfrenta inúmeros desafios para educar, acolher e dar o melhor aos filhos. Por isso, todas elas carregam em si a força e a coragem de verdadeiras guerreiras.
JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM