Jornal do Commercio
PRIVATIZAÇÃO

A concessão em blocos do Aeroporto do Recife foi criticada por políticos e empresários

No entanto, o secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann diz que a qualidade do serviço vai melhorar

Publicado em 15/03/2019, às 06h30

A expectativa é de que o Aeroporto do Recife seja arrematado hoje no leilão que acontece na B3 Bolsa de Valores de São Paulo  / Foto: Edmar Mello/Acervo JC Imagem
A expectativa é de que o Aeroporto do Recife seja arrematado hoje no leilão que acontece na B3 Bolsa de Valores de São Paulo
Foto: Edmar Mello/Acervo JC Imagem
Angela Fernanda Belfort

A concessão em bloco com terminais que apresentam uma performance muito acanhada foi criticada por políticos e empresários do Estado. Os cinco aeroportos que fazem parte do conjunto com o do Recife tiveram movimentação de 5 milhões de passageiros em 2018. Dois deles (João Pessoa e Campina Grande) apresentaram prejuízo em 2017.

“O Aeroporto do Recife é o último grande a ser privatizado no Nordeste. Então, o governo federal decidiu acoplar outros terminais de porte menor na expectativa de que esses empreendimentos também tenham ganhos de escala. E isso é importante em logística”, resume o sócio-diretor da Consultoria Ceplan, o economista Jorge Jatobá. Na opinião dele, “esse osso” pode se transformar num benefício para o terminal recifense.

Já com relação aos investimentos previstos, o economista defende também que o atual terminal recifense é relativamente novo – foi inaugurado em 2004 – e não precisa de tanto investimento quanto o de Salvador e o de Fortaleza, que estão sendo “reconstruídos”. Os terminais baiano e cearense foram privatizados em 2017. Na época, tiveram investimentos estimados em R$ 2,3 bilhões e R$ 1,3 bilhão, respectivamente.



A argumentação de que o terminal perderá competitividade pelo investimento estimado em R$ 865,2 milhões com a concessão é defendida por dirigentes como o presidente em exercício da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), Alexandre Valença, e o presidente da Associação Brasileira da Indústria dos Hotéis (ABIH-PE), Artur Maroja.
O deputado federal Felipe Carreras (PSB) tentou barrar a concessão na Justiça. “Venho alertando contra a concessão do Aeroporto do Recife porque acredito que este leilão seja prejudicial ao nosso Estado. Não sou contra a privatização, sou contra o modelo em blocos. Isso, ao longo de 30 anos, vai fazer com que o Recife perca a liderança regional para seus dois principais concorrentes”, avaliou, referindo-se a Salvador e Fortaleza. Ele acredita também que o lucro do terminal recifense vai bancar o déficit dos outros terminais do bloco Nordeste.

DÉFICITS

Em 2017, o Aeroporto de João Pessoa apresentou um resultado de R$ 9,6 milhões negativos, e o de Campina Grande, R$ 4,7 milhões negativos. A performance dos aeroportos foi melhor do que em 2016, quando quatro terminais do grupo ficaram no vermelho: Aracaju (-R$ 4,8 milhões), João Pessoa (-R$ 16,7 milhões), Juazeiro (-R$ 326,8 mil) e Campina Grande (-R$ 6,4 milhões). “O Aeroporto do Recife terá três anos para apresentar o nível ótimo da Iata que será exigido também de Salvador e Fortaleza. Isso nos faz garantir que o nível do serviço não vai cair”, assegura o secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann.



Comentários

Por haroldo,15/03/2019

Essas " otoridades" com certeza tinham alguma boquinha a defender.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM