Jornal do Commercio
Notícia
HOSPITAL

Novo hospital Unimed Recife vai gerar mil vagas de empregos

Novo hospital localizado na Ilha do Leite deve ser inaugurado no segundo semestre de 2020

Publicado em 05/12/2019, às 19h20

O novo hospital (prédio da direita sendo construído) vai oferecer atendimento de média e alta complexidade / Foto:divulgação
O novo hospital (prédio da direita sendo construído) vai oferecer atendimento de média e alta complexidade
Foto:divulgação
Edilson Vieira
Repórter de Economia

A Unimed Recife anunciou a construção de um novo hospital na Ilha do Leite, no Recife. Será o quarto hospital da rede. O prédio deve ficar pronto no segundo semestre de 2020 e vai contar com um centro de diagnóstico, seis salas de cirurgia e 217 novos leitos de internamento. O novo hospital irá gerar cerca de 1.000 empregos diretos nas áreas de saúde e administrativa. Para enviar currículo, os interessados devem entrar no site da Unimed Recife, clicar na aba “trabalhe conosco” e cadastrar o currículo. Ou enviar os dados para o e-mail: selecao@unimedrecife.com.br.

A Unimed Recife vai encerrar o ano com uma carteira de 210 mil vidas, 2,1 mil médicos cooperados, 3.300 funcionários e crescimento de 10% no faturamento. Em 2019, a operadora gerou 250 novas vagas de trabalho. O superintendente da Unimed Recife, Gustavo Araújo, afirmou que o setor de saúde suplementar vem atravessando anos difíceis com a crise econômica e a queda no emprego formal, que, segundo ele, afetam diretamente na decisão do usuário em permanecer ou adquirir um novo plano.

Nos últimos seis anos, cerca de 160 mil pernambucanos cancelarem seus planos de saúde, segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).



“Conseguimos crescer em meio a crise porque decidimos continuar investindo em novas unidades, na melhoria do atendimento e na oferta de novos produtos”, afirmou Gustavo Araújo, que defende uma nova regulamentação para o setor. Gustavo cita o caso dos planos individuais, que hoje respondem por menos de 20% dos planos de saúde ativos no País. “Mesmo quando a grande maioria das operadoras deixaram de comercializar os planos individuais, mantivemos o modelo por quase dez anos. Mas hoje é impossível com as regras atuais de regulação para o setor”.

HOSPITAL

Justamente para resgatar esse público que teve de abrir mão do plano de saúde suplementar a Unimed Recife lançou um produto com abrangência geográfica limitada e utilização apenas da rede própria.  “Os três principais fatores que influenciam o custo de um plano de saúde são a inflação médica, aumento dos custos das novas tecnologias, e aumento da frequência com que o usuário usa os serviços oferecidos”, explicou o superintendente. O novo produto, de atuação municipal, foi lançado neste semestre e já é um dos mais contratados da operadora. Oferece as mesmas coberturas dos planos convencionais, mas prioriza a rede própria, com o atendimento feito apenas nas unidades da Unimed Recife localizadas na capital pernambucana.

Em 2019 o índice de satisfação dos usuários da Unimed Recife foi de 89,4%, segundo a empresa. Esse resultado foi apontado em pesquisa recente realizada pela operadora, para atender a uma exigência do Programa de Qualificação de Operadoras, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Em 2019, a Unimed Recife figurou pela primeira vez entre as 500 maiores empresas do Brasil em vendas líquidas, de acordo com ranking divulgado pela Revista Exame em setembro.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM