Jornal do Commercio
Notícia
Aviação

Aeroporto do Recife é bem avaliado em pesquisa de satisfação do passageiro

Total de avaliações positivas ficou em 67,5% nos indicadores correspondentes aos aeroportos que movimentam de 5 a 15 milhões de passageiros ao ano

Publicado em 06/02/2020, às 17h22

Terminal passará para administração privada no próximo dia 3 de março / Foto: Infraero/divulgação
Terminal passará para administração privada no próximo dia 3 de março
Foto: Infraero/divulgação
JC Online

O Aeroporto Internacional de Recife/Gilberto Freyre-Guararapes (PE) recebeu boa avaliação de quem frequentou o terminal no último trimestre de 2019. A pesquisa de satisfação do usuário alcançou 67,5% das avaliações positivas nos indicadores correspondentes ao terminal recifense, que está na categoria de aeroportos que movimentam de 5 a 15 milhões de passageiros ao ano.

>> Aena começa a comandar o Aeroporto do Recife no dia 3 de março

>> Chegada da Aena ao Aeroporto do Recife traz expectativa de crescimento do turismo

Com meta de 4 pontos estipulados pelo Governo Federal, a nota faz parte da Pesquisa de Satisfação do Passageiro e Desempenho Aeroportuário, encomendada pelo Ministério da Infraestrutura, para o quarto trimestre de 2019 (outubro a dezembro). Ao todo, foram 38 indicadores avaliados em uma escala de notas de 1 a 5, sendo 1 para “muito ruim” e 5 para “muito bom”.

Na “Satisfação Geral dos Passageiros”, o Aeroporto de Recife recebeu nota 4,37 e, no quesito cordialidade e prestatividade dos funcionários do check-in, o terminal alcançou a pontuação de 4,70. A qualidade da informação nos painéis das esteiras de restituição de bagagem e o tempo de fila no check-in de autoatendimento foram avaliados com a média de 4,67.

Em tópicos como o da cordialidade e prestatividade dos funcionários da inspeção de segurança (4,65), integridade da bagagem (4,59), confiabilidade da inspeção de segurança (4,58), facilidade de Desembarque no meio-fio (4,57), qualidade da informação prestada pela cia aérea (4,56), tempo de fila na inspeção de segurança (4,55) e ainda na velocidade de restituição de bagagem (4,52), o terminal foi muito bem avaliado.



Segundo o presidente da Infraero, Brigadeiro Paes de Barros, o resultado reflete o compromisso da empresa em realizar a transição para novos gestores com dedicação e profissionalismo, mantendo os melhores níveis na prestação de serviços aos passageiros. “A pesquisa estimula uma competição saudável entre os aeroportos brasileiros, e tem refletido em melhores notas tanto para terminais da Infraero, como os privados. Em última análise, tem refletido em melhores serviços e infraestrutura para quem passa pelos aeroportos do País – nosso objetivo maior”, explicou Paes de Barros.

A pesquisa ouviu 20.835 passageiros domésticos e 4.113 internacionais entre os meses de outubro e dezembro do ano passado. A sondagem também aponta que 93,5% dos passageiros avaliaram os aeroportos brasileiros como bons ou muito bons no último trimestre.

RECIFE

A partir do dia 3 de março, a Infraero não administrará mais o Aeroporto do Recife, que já se encontra em Plano de Transferência Operacional (PTO), juntamente com a empresa espanhola Aena, futura administradora do aeroporto e vencedora do leilão que arrematou os aeroportos do bloco Nordeste. A superintendente do Aeroporto Internacional de Recife, Elenilda Cunha, explica que a Infraero continuará dedicada e prestando serviços de excelência no terminal pernambucano. “Vamos continuar trabalhando para que o novo operador receba um aeroporto bem avaliado, com os melhores serviços e, sobretudo, muita segurança”, declara.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM