Jornal do Commercio
Notícia
TECNOLOGIA

ASUS planeja centro de distribuição no Nordeste e avança na venda de notebooks na região

Já consolidada na oferta de smartphones, a ASUS monta estratégia para ampliar venda de notebooks da marca nos varejistas locais

Publicado em 13/02/2020, às 17h35

Notebooks da ASUS podem chegar até R$ 30 mil / Foto: Reprodução
Notebooks da ASUS podem chegar até R$ 30 mil
Foto: Reprodução
Lucas Moraes

Trilhando um realinhamento das vendas em todo o Brasil, a ASUS está focando suas atenções na comercialização de notebooks, sobretudo no Nordeste. Se aproximando dos varejistas locais, a ideia é passar a ofertar um leque mais amplo de produtos e preços aos clientes da região, além de condições promocionais aos lojistas. Para tanto, estão sendo fechadas parcerias e, no longo prazo, não se descarta a implantação de um centro de distribuição em território nordestino para otimizar a logística.

De acordo com o novo gerente de marketing da ASUS Brasil, Fábio Faria, hoje o Brasil é o único País do mundo onde a ASUS tem maior mercado com smartphones do que com seus computadores portáteis. "A ASUS originalmente vem como fabricante de placa mãe, placas de vídeo e placas gráficas, sempre voltado para o segmento B2B (business to business). Depois de um tempo, a empresa decidiu passar a montar seus notebooks próprios. Aqui no Brasil também viemos com esse propósito", conta Faria. 

Com 30 anos de mercado no mundo, sendo 12 deles com presença no Brasil, nos últimos seis anos a Asus começou a focar na produção de smartphones, mantendo no mercado linhas voltadas aos gamers (ROG)  e massificadas como Zenfone. "O País liderou dentro do grupo ASUS uma série de ações voltadas ao smartphone, que trouxe muito valor para o mercado brasileiro e para a própria empresa. Em 2019, nós viemos justamente com o propósito de fazer essa mudança. É um reposicionamento, do de vista  global, de focar em notebooks", reforça o gerente de marketing da ASUS. 



Logística e preços

Para conseguir penetrar de forma mais sólida no mercado nordestino, a ASUS reuniu nesta quinta-feira (13) cerca de 40 varejistas locais para apresentar os produtos e condições personalizadas para a comercialização no Nordeste. A ideia é, através desses lojistas, adentrar, além de Pernambuco, no Ceará, Piauí, Bahia, Paraíba e Rio Grande do Norte. 

"Há um ótima oportunidade para estabelecer a marca na categoria notebook na região. Do ponto de vista logístico, teremos parceria com a Rcell distribuidora, que vai permitir maior penetração até nos varejos que não sejam tão grandes. Queremos acelerar bastante a distribuição, que ocorre em torno de 30 dias. Um centro de distribuição está nos nossos planos, mas neste momento estamos focando na parceria", explica Faria. 

No ano passado, a ASUS anunciou sua nova linha de notebooks no Brasil, assim como o retorno dos Zenbooks. Em linhas gerais, a empresa trabalha com a linha premium Zen ( com valores de R$ 5,5 mil até R$ 30 mil); a linha popular Vivo (R$ 2 mil a R$ 5 mil) e a linha gaming (a partir de R$ 7 mil até R$ 26 mil reais). 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM