Jornal do Commercio
Não pegou

Datafolha diz que 53% dos brasileiros não têm interesse na Copa

Índice é o pior desde 1994, quando a pesquisa começou a ser feita

Publicado em 12/06/2018, às 19h23

Índice de favoritismo da Seleção entre brasileiros também é a menor já registrada / Lucas Figueiredo/CBF
Índice de favoritismo da Seleção entre brasileiros também é a menor já registrada
Lucas Figueiredo/CBF
JC Online

Mesmo com o grande desempenho de Tite na Seleção Brasileira, a Copa do Mundo na Rússia ainda não empolgou os brasileiros. Nesta terça (12), o Datafolha divulgou uma pesquisa em que 53% dos entrevistados afirmaram que não têm interesse pela Copa do Mundo na Rússia. O instituto ouviu 2.824 pessoas entre quinta (7) e sexta (8). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O índice é o mais alto já registrado para o evento pelo Datafolha. Em janeiro, em outra pesquisa do Datafolha, o número chegou a 42%. Na atual, além dos 53% de desinteresse, 18% mostraram grande interesse, também 18% com interesse médio e 9% com pouco interesse, além de 1% que não opinou. O perfil mais acentuado de grau de desinteresse foi entre as mulheres (61%), na região Sul (59%), entre 35 e 44 anos (57%) e com renda familiar de até dois salários mínimos (54%). O Nordeste ficou abaixo da média nacional (44%).



TITE

Se por um lado os números mostram um desinteresse na Copa do Mundo, por outro, o trabalho do técnico Tite é bem avaliado pelo grande público. Para 64% dos entrevistados, o treinador faz um trabalho ótimo ou bom no comando da Seleção Brasileira. Regular chega a 13% e péssimo para apenas 5%. 

A Seleção também é apontada como maior favorita para conquistar a Copa do Mundo, com 48% dos entrevistados. Na sequência: Alemanha (11%), Argentina, Rússia, França e Espanha (todos com 2%). Cerca de 31% não apontaram favoritos. Comparando com outras pesquisas do Datafolha, mesmo na liderança, o índice do Brasil é o mais baixo já registrado entre brasileiros.


Recomendados para você


Comentários

Por Sávio,13/06/2018

Só isto, por onde eu ando, a impressão que dar é 70%, todos revoltado com o Brasil que só faz cobrar imposto alto e ainda tem de ouvir gracinha de repórter que o governo deveria aumentar taxa disto e taxa daquilo, para melhorar isto e melhorar aquilo

Por Antônio Fernando Martins Santana,13/06/2018

Eu faço parte deste grupo. Como pode o país mergulhado em uma grande corrupção, com vários políticos presos, a CBF com um ex-presidente preso nos EUA, Um outro banido do futebol, e outro sendo processado por corrupção, e o que vai assumir em julho, é afilhado do safado que foi banido, um país sem segurança sem saúde e sem educação, enquanto isso, o governo usando a copa do mundo, para dar pão e vinho ao povo. Quero que a seleção brasileira saia da copa ainda na primeira fase.

Por amaro davi se sousa,12/06/2018

Acho que não é só 53% mais do que 80% pois a corrupção lavagem de dinheiro enrequecimento ilicito tomaram conta de esporte e até os próprios jogadores não demonstram espirito de patriotismo como antigamente, a copa virou um balcão de interesses financeiros para enriquecer a imprensa marrom e muitos comentaristas e integrantes das comissões organizadas pela FIFA

Por amaro davi se sousa,12/06/2018

Acho que não é só 53% mais do que 80% pois a corrupção lavagem de dinheiro enrequecimento ilicito tomaram conta de esporte e até os próprios jogadores não demonstram espirito de patriotismo como antigamente, a copa virou um balcão de interesses financeiros para enriquecer a imprensa marrom e muitos comentaristas e integrantes das comissões organizadas pela FIFA

Por amaro davi se sousa,12/06/2018

Acho que não é só 53% mais do que 80% pois a corrupção lavagem de dinheiro enrequecimento ilicito tomaram conta de esporte e até os próprios jogadores não demonstram espirito de patriotismo como antigamente, a copa virou um balcão de interesses financeiros para enriquecer a imprensa marrom e muitos comentaristas e integrantes das comissões organizadas pela FIFA



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM