Jornal do Commercio
Rússia 2018

França vence Uruguai e passa à semifinal da Copa da Rússia

Le Bleus aguardam vencedor de Brasil x Bélgica para conhecer adversário na luta pela final

Publicado em 06/07/2018, às 12h52

Varane abriu o placar para os franceses / AFP
Varane abriu o placar para os franceses
AFP
JC Online

A França voltou a se classificar para a semifinal de uma Copa do Mundo depois de ficar pelo caminho nas duas últimas edições do Mundial (África do Sul- 2010 e Brasil-2014). Nesta sexta-feira (6), em Nizhny Novgorod, a equipe de Dedier Dechamps passou pelo Uruguai ao vencer o duelo das quartas de finais do torneio da Rússia por 2x0. Os gols da partida foram assinalados por Varane, no primeiro tempo, e Griezmann no segundo.

Nas semifinais, os franceses vão enfrentar o vencedor do confronto entre Brasil x Bélgica. O jogo acontece a partir das 15h (de Brasília) desta sexta (6), em Kazan.

O JOGO

A França começou um duelo com apenas uma alteração na equipe que venceu a Argentina por 4x3 nas oitavas. No ataque, Matuidi deu lugar a Tolisso. Já no lado uruguaio, a grande alteração foi a ausência do atacante Cavani, que não se recuperou da lesão na panturrilha, sofrida na vitória por 2x1, contra Portugal, no mata-mata passado. Stuani assumiu o posto.

Nos minutos iniciais, a partida ficou equilibrada, com as duas equipes buscando o jogo. A raça uruguaia, porém, se destacou. Os jogadores começaram pressionando a área francesa e, quando tinham de se defender rapidamente faziam a recomposição. Essa postura levou a Celeste Olímpica à área francesa em alguns momentos. O mais perigoso, no entanto, ocorreu aos 16 minutos. Cáceres roubou a bola de Hernández na linha de fundo e tentou armar jogada para Stuani. Na cabeçada do atacante, Lloris saiu do gol e deu um soco na bola para frente. A defesa da França afastou o perigo.




Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

A partir daí Le Bleus passaram a ter mais posse de bola. Apesar de apresentarem poder de penetração na área uruguaia, as finalizações pouco incomodavam o goleiro Muslera. Até que uma jogada de bola parada colocou a campeã mundial de 1998 à frente no placar. Aos 39 minutos, Griezmann foi para a cobrança de falta e lançou na área. Livre de marcação, Varane subiu sozinho e abriu o marcador. Uruguai 0x1 França.

Aos 43, o Uruguai quase empatou em lance parecido. Após cobrança de falta, Cáceres cabeceou no canto direito de Lloris, que se esticou todo para fazer grande defesa. No rebote, Godín perdeu a chance de fazer, mandando por cima do gol.

No segundo tempo, o jogo ficou mais pegado, com os jogadores de ambas as equipes cometendo muitas faltas. Enquanto a França aparentava mais frieza e organização, os uruguaios voltaram muito afobados, sem calma para armar as jogadas e errando muitos passes. E foi justamente em uma dessas falhas que a França ampliou. Depois de ficar com a bola no meio de campo, os franceses avançaram para o ataque trocando passes. Após receber próximo à grande área, Griezmann encheu o pé, aos 15 minutos, e Muslera aceitou, falhando feio. Uruguai 0x2 França.

Nervosa e sem conseguir criar, a seleção uruguaia até pressionou a França na reta final da segunda etapa, mas não foi capaz de buscar o empate.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe
As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM