Jornal do Commercio
NA BRONCA

Goleiro da Bélgica critica a França após eliminação: 'jogaram nada'

Courtois disse que "é uma pena" a Bélgica não estar na final

Publicado em 10/07/2018, às 19h56

Courtois fez boas defesas no jogo contra a França / GABRIEL BOUYS / AFP
Courtois fez boas defesas no jogo contra a França
GABRIEL BOUYS / AFP
JC Online

Após a derrota por 1x0 que selou a eliminação da Bélgica na Copa do Mundo, o goleiro Courtois rasgou o verbo contra a postura da seleção francesa na partida desta terça-feira (10/07). O arqueiro do Chelsea disse que os rivais "não jogaram nada" no confronto pela semifinal. Classificou ainda a eliminação como frustrante.

"Eles (França) não jogaram nada. É uma pena para o futebol que a Bélgica não tenha vencido. É uma partida frustrante. A França não jogou nada, eles jogaram para se defender atrás da bola. Eles jogaram no contra-ataque, com Mbappé e Griezmann, que são muito rápidos. É direito deles. Eles jogaram muito embaixo, e nós sempre tivemos problemas com isso, eles fizeram isso muito bem", afirmou o defensor.



"UMA PENA"

Depois, Courtois voltou a afirmar que a Bélgica foi superior à França, mesmo com o revés. O arqueiro disse ainda que era uma pena os Diabos Vermelhos não estarem na final.

"Eu fiz algumas defesas, mas eles não tiveram grandes chances. Eles marcaram com um escanteio, é uma pena. Nós perdemos contra uma equipe que não é melhor que nós. Nós perdemos contra uma equipe que não jogou nada, que se defendeu. Contra o Uruguai, eles marcaram com uma falta e um erro do goleiro. É uma pena para o futebol que a Bélgica não tenha vencido", concluiu.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM