Jornal do Commercio
Brasileiro

Van Basten critica Neymar por seus excessos

Camisa 10 do Brasil não brilhou na Copa do Mundo

Publicado em 12/07/2018, às 16h54

Brasileiro ficou com má fama após a Copa / AFP
Brasileiro ficou com má fama após a Copa
AFP
AFP

"Se há muito teatro, isto não ajuda", afirmou nesta quinta-feira o ex-atacante holandês Marco Van Basten, membro do Grupo de Estudo Técnico (TSG) da Fifa, a respeito do brasileiro Neymar, alvo de piadas em todo o mundo por suas simulações durante a Copa do Mundo.

"Sempre é bom ter um pouco de senso de humor, se as pessoas usam isto é algo bastante positivo", declarou Van Basten, ao ser questionado sobre as paródias de simulação que circulam nas redes sociais sobre o atacante do PSG após sua participação no Mundial.



"Não é uma boa atitude em seu conjunto, o melhor é tentar fazer o melhor que você pode. Se há muito teatro, isto não ajuda e Neymar deveria compreender isto", completou o holandês de 53 anos, Bola de Ouro em 1988, 1989 e 1992.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM