Jornal do Commercio
ARGENTINA

Messi lidera 'greve' da seleção argentina contra imprensa

Os jogadores não farão mais declarações à imprensa por conta de ''acusações graves'' contra o atacante Ezequiel Lavezzi e outras ''faltas de respeito''

Publicado em 16/11/2016, às 07h09

"Tomamos a decisão de não falar mais com a imprensa", disse Messi depois da vitória por 3 a 0 sobre a Colômbia
Foto: EITAN ABRAMOVICH / AFP
AFP

Os jogadores da seleção argentina não farão mais declarações à imprensa por conta de "acusações graves" contra o atacante Ezequiel Lavezzi, entre outras "faltas de respeito", anunciou nesta terça-feira o capitão Lionel Messi, depois da vitória por 3 a 0 sobre a Colômbia.

"Tomamos a decisão de não falar mais com a imprensa. Obviamente, vocês sabem por quê. Houve muitas acusações, muitas faltas de respeito. As acusações contra 'Pocho' (Lavezzi, de ter fumado maconha) são muito graves", afirmou Messi, que apareceu ao lado de todos os 26 jogadores da 'Alviceleste' na entrevista coletiva que seguiu a partida, em San Juan.

Ezequiel Lavezzi

Lavezzi, que joga no Hebei Fortune, da China, foi acusado no Twitter por um radialista argentino de ter fumado "um baseado" na concentração.

O atacante já anunciou na mesma rede social que tomaria "medidas legais" pelas "falsas declarações que geraram graves danos à minha família e ao meu trabalho".



"Preferimos cortar isso tudo de vez. Lamentamos muito que tenha que ser assim, mas não temos outra alternativa. Sabemos que muitos de vocês não entram nesse jogo de faltar respeito. Podemos ganhar, perder, jogar bem ou mal, mas não se meter na vida dos outros", insistiu Messi, que limitou-se a fazer um monólogo na frente dos jornalistas.

 

 

Com a vitória sobre os 'Cafeteros', válida pela 12ª rodada das eliminatórias sul-americanas, a Argentina se redimiu da derrota pelo mesmo placar de 3 a 0 sofrida diante do Brasil, e voltou à zona de classificação para a Copa do Mundo de 2018, ocupando a quinta posição, sinônimo de repescagem.

Já houve outro caso de 'greve' dos jogadores argentinos contra a imprensa depois de críticas pessoas sobre jogadores, durante a Copa do Mundo de 1998.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM