Jornal do Commercio
Pernambucano 2018

FPF garante situação melhor para estádios do Campeonato Pernambucano

Campeonato Pernambucano de 2017 ficou caracterizado pelas poucas partidas do Trio de Ferro nos estádios do interior. Situação em 2018 deverá ser diferente

Publicado em 14/01/2018, às 09h03

Sem receber jogos do hexagonal do título do Pernambucano do ano passado, Lacerdão estará liberado em 2018 / Central/Divulgação
Sem receber jogos do hexagonal do título do Pernambucano do ano passado, Lacerdão estará liberado em 2018
Central/Divulgação
Heitor Nery
Twitter: @heitor_qnfl

Com a mudança de regulamento no Campeonato Pernambucano, uma das grandes expectativas para 2018 será o retorno dos jogos de Náutico, Santa Cruz e Sport aos estádios do interior do Estado. Um fato de comemoração para os clubes do interior, que puderam utilizar a maior visibilidade para atrair jogadores. Mas que levantou preocupações sobre a qualidade dos estádios e dos gramados para receber as equipes da capital. Algo que deixou a desejar em 2017.

“Sempre é uma preocupação nossa, mas esse ano, por conta dos investimentos que fizemos junto com as prefeituras, a preocupação é menor”, declarou Evandro Carvalho, presidente da Federação Pernambucana.

Alguns estádios precisaram de reformas para poder receber jogos do campeonato. É o caso do Áureo Bradley, casa do Flamengo de Arcoverde, que passou de 2.500 para 5.000 lugares. Outro exemplo é o Vianão, em Afogados da Ingazeira, que recebeu arquibancadas móveis e refletores, subindo para mais de 4 mil lugares. Os dois estádios tiveram os gramados aprovados pela Federação.



Sem receber jogos do hexagonal do título do Pernambucano no ano passado por conta das péssimas condições do gramado, o Lacerdão estará em melhores condições para o Estadual de 2018. De acordo com a assessoria do Central, o estádio já foi liberado pelo Corpo de Bombeiros para receber as partidas da Patativa. Com relação ao gramado, o campo se encontra em condições de jogo, mas ainda sofre pequenas melhorias para a estreia do clube, no dia 21, contra o Náutico.

Vitória deverá jogar todo o estadual fora de sua cidade

Quem não poderá jogar em sua casa é o Vitória. Com o Carneirão sem condições de jogo, o clube de Vitória de Santo Antão deve disputar suas partidas em Chã Grande. Outro clube que estará impossibilitado de jogar em sua cidade é o Belo Jardim, por conta das reformas no gramado do SESC Mendonção. O clube acredita que o estádio esteja liberado para o início de fevereiro. Para sua primeira partida em casa, contra o Flamengo, o Calango deverá jogar em Pesqueira, já que o clube local estará de folga na rodada.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM