Jornal do Commercio
Neymar

Daniel Alves revela conversa com Neymar e prevê astro mais maduro após críticas

Lateral direito brasileiro participou do evento de lançamento do novo uniforme do PSG

Publicado em 13/09/2018, às 15h03

Daniel Alves voltou a treinar no PSG quatro meses após lesão no joelho / AFP
Daniel Alves voltou a treinar no PSG quatro meses após lesão no joelho
AFP
Estadão Conteúdo

Em evento oficial de lançamento do novo uniforme do Paris Saint-Germain, o lateral-direito Daniel Alves afirmou nesta quinta-feira (13) que prevê um Neymar mais maduro na continuidade da carreira do seu companheiro de equipe francesa e de seleção brasileira. O astro opinou sobre o assunto ao revelar que teve um conversa com o atacante, que acabou sendo alvo de muitas críticas por causa de atitudes polêmicas dentro de campo, e até fora dele, durante a campanha do Brasil na Copa do Mundo da Rússia.

Para Daniel Alves, essa experiência vivida no Mundial, do qual o time comandado por Tite foi eliminado pela Bélgica nas quartas de final, servirá para fortalecer Neymar.

"Conversei bastante com o Ney neste aspecto, essas 'porradinhas' (críticas) que foram dadas nele criaram uma maturidade. E isso vai provocar uma mudança de comportamento", aposta o lateral, que ficou fora da última Copa por causa de uma lesão no joelho sofrida no final da temporada europeia passada em uma partida pelo PSG.

Daniel Alves também acredita que o amadurecimento de Neymar será natural pelo próprio fato de que ele não é mais um garoto, embora algumas de suas atitudes recentes tenham revelado imaturidade, como por exemplo um desabafo em rede social após a vitória da seleção brasileira sobre a Costa Rica no Mundial, pela segunda rodada da fase de grupos da competição.



"Quando você começa a ser homem, suas decisões e atitudes são mais ponderadas e fortes. Não tenho dúvida que isso vai acontecer. Sempre falo que, se um fala, se dois falam, pode ser perseguição, mas, se um monte fala, alguma coisa eu estou fazendo errado. Aí é hora de se reinventar e polir, melhorar", ressaltou o lateral, em entrevista veiculada em vídeo pela Rede Globo.

Já ao comentar o desempenho do Brasil como um todo na Copa de 2018, Daniel Alves afirmou ter visto certo medo dos jogadores por causa do risco de fracassar na competição. Para isso, o fato atrapalhou o time de Tite e colaborou para que a seleção não conseguisse chegar mais longe ou até mesmo conquistar o hexacampeonato mundial.

"Acredito que foi surpreendente o desempenho da seleção. Estávamos bem encaminhados, fazíamos um trabalho incrível antes da Copa do Mundo. E, na minha visão de fora, senti um pouco o medo (do Brasil) de falhar Isso é o que te impede de conseguir seus objetivos. Você começar a escutar os outros, mudar sua postura, seus conceitos em função dos outros. Você tem que acreditar até o último dia", enfatizou Daniel Alves.

LESÃO

O lateral está em fase final do processo de recuperação na lesão no ligamento do joelho direito, sendo que ele iniciou nesta semana os treinos no campo após mais de quatro meses afastado dos gramados. E o atleta ainda vai demorar mais um pouco para poder atuar. "Espero que em novembro eu volte a jogar e esteja disponível não só para o PSG, mas para outros desafios também", projetou.



Comentários

Por Paulo,15/09/2018

Isso é vidência? Amizade? Ou oportunismo?



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM