Jornal do Commercio
Atacante

Sassá é suspenso por 6 jogos por briga na Copa do Brasil

Jogador se envolveu em confusão na partida contra o Palmeiras

Publicado em 11/10/2018, às 19h24

Sassá foi expulso na partida / AFP
Sassá foi expulso na partida
AFP
Estadão Conteúdo

A confusão ao fim do duelo entre Cruzeiro e Palmeiras, pela semifinal da Copa do Brasil, rendeu punições aos jogadores das duas equipes, em julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta quinta-feira. O atacante Sassá sofreu a sanção mais pesada: seis jogos de gancho. E os laterais Diogo Barbosa e Mayke, ambos da equipe paulista, foram suspensos pelas próximas duas rodadas do Campeonato Brasileiro.

Apesar de a confusão ter acontecido na Copa do Brasil, a pena no caso dos palmeirenses será aplicada no Brasileirão, competição também organizada pela CBF. Ela não é válida para outros torneios. Portanto, os dois poderão jogar normalmente a semifinal da Copa Libertadores, contra o Boca Juniors, no próximo dia 24, em Buenos Aires.

Sassá, por sua vez, vai começar a cumprir a suspensão na final da Copa do Brasil. Ele já ficara de fora do jogo de ida, contra o Corinthians, na noite desta quarta, no Mineirão. Na sequência, perderá a partida da volta, na próxima quarta. Além disso, vai ficar de fora de quatro jogos do Brasileirão, para completar a punição. Assim, é desfalque certo para o jogo contra o Vasco, no domingo, em São Januário, pela 29ª rodada da competição.

Para o Palmeiras, as punições definidas pelo STJD vão dar trabalho para o técnico Luiz Felipe Scolari, que não terá os atletas nos confrontos diante de Grêmio, neste domingo, e Ceará, dia 21. Ambos serão realizados no Pacaembu. Vale lembrar que, contra os gaúchos, o treinador já não terá à disposição os demais laterais do elenco: Marcos Rocha está machucado; Victor Luis, suspenso. Assim, precisará recorrer a improvisações. O volante Jean pode ficar com a vaga na direita. Na esquerda, o zagueiro argentino Nico Freire é uma alternativa.



O Palmeiras ainda foi multado em R$ 2 mil por atrasar tanto o início quanto a retomada da partida após o intervalo. Também levou sanção de R$ 50 mil pelas confusões provocadas por sua torcida, que entrou em conflito com a Polícia Militar ao término da semifinal. Das punições financeiras, o clube pretende recorrer. Já a suspensão aos atletas ainda merecerá análise dos advogados.

ENTENDA A BRIGA NO MINEIRÃO

A confusão entre jogadores do Cruzeiro e do Palmeiras aconteceu no jogo de volta da semifinal, no dia 26 de setembro, no Mineirão. O conflito começou depois do apito final. O resultado de 1 a 1 classificou o Cruzeiro, que havia vencido no Allianz Parque por 1 a 0.

De acordo com a súmula feita pelo árbitro Wagner do Nascimento Magalhães, Diogo Barbosa acertou um tapa em Lucas Romero. Já Mayke e Sassá também trocaram agressões. O cruzeirense levou a pior no julgamento porque acertou um soco no maxilar de Mayke.

Os três jogadores foram denunciados no artigo 254-A do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que trata de agressão física durante uma partida, prova ou equivalente. A punição poderia chegar a 12 partidas.



OFERTAS

Especiais JC

Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.
Mãe Guerreira Mãe Guerreira
Junto com uma criança, nasce sempre uma mãe, que enfrenta inúmeros desafios para educar, acolher e dar o melhor aos filhos. Por isso, todas elas carregam em si a força e a coragem de verdadeiras guerreiras.
JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM