Jornal do Commercio
Márcio Goiano

Márcio Goiano comemora a primeira vitória do Náutico no Campeonato Pernambucano

Náutico goleou o Petrolina por 5x0, nos Aflitos

Publicado em 30/01/2019, às 23h12

Márcio Goiano comemorou a união do elenco alvirrubro / Bobby Fabisaki/JC Imagem
Márcio Goiano comemorou a união do elenco alvirrubro
Bobby Fabisaki/JC Imagem
Fernando Castro
Twitter: @fernand0_castro

A goleada do Náutico sobre o Petrolina, por 5x0, nesta quarta-feira (30), nos Aflitos, serviu para aliviar a pressão sobre o time alvirrubro e sobre o treinador Márcio Goiano, que chegou a classificar como “não tem preço” a vitória no Campeonato Pernambucano. Além do placar elástico, o técnico destacou o sistema defensivo da equipe, bastante questionado pela torcida.

"Eu acredito muito no potencial da parte defensiva do clube, temos também o Camutanga, que não jogou hoje e o Rafael Ribeiro, que ainda não teve oportunidade de jogar. Sempre o sistema defensivo vai ser alvo, então tem momentos que é bom dar essa tranquilidade, para podermos trabalhar melhor”, destacou Márcio Goiano.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO DO ESTADUAL

O desempenho ofensivo do Náutico na partida, com os jogadores mostrando intensidade, bastante cobrada pelo treinador, também foi comemorado por Márcio Goiano. Para o técnico, marcar o primeiro gol cedo foi fundamental para dar tranquilidade ao grupo.



"A gente tem esse hábito de sempre estar jogando apoiado, no primeiro tempo tivemos tranquilidade, sabíamos de toda a dificuldade, era muito importante essa vitória, até porque não tínhamos somado nenhum ponto. No segundo tempo a gente poderia flutuar por dentro e aproveitar melhor os contra-ataques, mas não conseguimos”, comentou.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

UNIÃO DO GRUPO

Já sofrendo uma pressão por parte dos torcedores alvirrubros, por conta do início ruim do Náutico na temporada, Márcio Goiano destacou a união do grupo, vista na comemoração dos gols. “A gente tem uma sintonia muito boa e nesses momentos de dificuldades temos que jogar junto. Comemorar com todo o grupo foi legal”, observou.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM