Jornal do Commercio
ESTADO DE SAÚDE

Atleta ferido em incêndio no CT do Flamengo apresenta melhora

O boletim médico ainda relata que 'a sedação foi suspensa e ele não apresentou febre nas últimas 24h'

Publicado em 11/02/2019, às 11h52

Dos feridos, Jonathan foi o mais grave / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Dos feridos, Jonathan foi o mais grave
Foto: Reprodução/Redes Sociais
ABr

O atleta Jonathan Cruz Ventura, 15 anos, permanece internado no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, e apresenta quadro estável, com melhora na respiração e sem febre. Jonathan ficou gravemente ferido no incêndio que atingiu, na sexta-feira (8), o Centro de Treinamento do Flamengo, conhecido como Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na zona oeste do Rio. Dez atletas, entre 14 e 16 anos, das categorias de base do clube, que dormiam no alojamento, morreram no incêndio.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde Jonathan está “hemodinamicamente estável, com melhoras nos parâmetros respiratórios”. O boletim médico divulgado no fim da manhã desta segunda-feira (11) informa que “a sedação foi suspensa e ele não apresentou febre nas últimas 24h”. Também foi submetido a nova broncoscopia, que “mostrou melhora das lesões pulmonares”, além de ter passado por banho das queimaduras profundas, “que não mostrou piora das lesões”.



Cinco das vítimas foram enterradas ontem e as outras cinco serão sepultadas hoje.

Prefeitura

A prefeitura informou, em nota, que o prédio e o contêiner atingidos não possuem certificado de autorização dos Bombeiros e que, portanto, “não estava apto a operar”, já que a corporação é a única com atribuição para emitir tal licença.

A Secretaria Municipal de Urbanismo informou que a licença em vigor para o empreendimento é apenas para as obras, com validade até março de 2019. Porém, o Flamengo não teria apresentado a documentação relativa ao alojamento. A prefeitura vai abrir uma investigação esta semana para apura o caso. O Clube do Flamengo e os engenheiros responsáveis pela obra serão chamados para prestar esclarecimentos.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM