Jornal do Commercio
Rio de Janeiro

Flamengo e Bombeiros assinam termo para liberação do Ninho do Urubu

Documento é passo importante para a liberação do alvará definitivo de funcionamento do CT

Publicado em 15/03/2019, às 15h55

Em fevereiro, incêndio em alojamento improvisado da base deixou 10 mortos / Thiago Ribeiro/AGIF/AFP
Em fevereiro, incêndio em alojamento improvisado da base deixou 10 mortos
Thiago Ribeiro/AGIF/AFP
JC Online

O Flamengo e o Corpo de Bombeiros assinaram nesta sexta-feira um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) - um passo importante para a obtenção de um alvará definitivo para a liberação do centro de treinamento do clube. No dia 8 de fevereiro, um incêndio no alojamento dos times de base do Flamengo matou dez atletas e deixou outros três feridos, provocando a interdição do Ninho do Urubu.

O TAC apresenta um cronograma de ações a serem cumpridas nos próximos 90 dias pelo clube. Uma vez comprovado o cumprimento de todas as ações, o Flamengo poderá pedir à Prefeitura o alvará definitivo para a liberação da utilização integral do CT. Por enquanto, os treinos dos times de base estão interditados, bem como o alojamento de atletas.

De acordo com nota oficial divulgada pelos Bombeiros, com a assinatura do documento, "o Flamengo se compromete a cumprir o prazo de 90 dias, acordado pelas partes, para execução de medidas regularizadoras contra incêndio e pânico previstas em lei. O não cumprimento incide na cobrança de multas. O próximo passo consiste no clube dar entrada no processo para a emissão do Certificado de Aprovação do Corpo de Bombeiros."



AJUSTES

"Faltam pequenos ajustes, são questões menores, de sinalização", afirmou o vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee, sobre os ajustes a serem feitos nos próximos dias. "Com isso, já poderemos pleitear o alvará definitivo, que nos garantirá a utilização integral do CT. Com isso, vamos estar aptos a colocar os menores de novo no centro, treinar em todos os campos e fazer um alojamento."

Uma vez obtido o alvará definitivo, o documento ainda terá que ser submetido à Vara da Infância e Juventude para a liberação do Ninho do Urubu.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM