Jornal do Commercio
Notícia
seleção

Marta busca o maior brilho na Copa do Mundo

A Copa do Mundo França 2019 começa nesta sexta-feira (7)

Publicado em 07/06/2019, às 07h34

Seis vezes melhor do mundo, a qualidade de Marta é indiscutível. / Foto: Divulgação/CBF
Seis vezes melhor do mundo, a qualidade de Marta é indiscutível.
Foto: Divulgação/CBF
Karoline Albuquerque
Do Blog do Torcedor

A qualidade da atacante Marta como jogadora é indiscutível. É como perguntar a qualquer pessoa qual foi a maior banda da história. O interlocutor pode até não gostar, mas com certeza sabe que foi Beatles. Mas, como os Beatles tinham a companhia dos Rolling Stones, a brasileira eleita seis vezes melhor do mundo terá também grandes nomes ao seu lado na Copa do Mundo França 2019, que começa hoje com o duelo entre as donas da casa e Coreia do Sul, a partir das 16h.

E o Stones do Beatles de Marta talvez seja a norte-americana Alex Morgan. Além de jogar pela seleção sempre favoritíssima no Mundial, a atacante já tem na coleção um ouro olímpico e o título da competição, em 2015. Ela tem a companhia de Megan Rapinoe no poderoso ataque ianque, sem esquecer da veterana Carli Lloyd.

Não menos aclamada, a seleção alemã também tem sua rockstar no ataque. Dzsenifer Marozsan não se especializou só em gols, mas também em assistências. No currículo, apesar de ainda faltar o título mundial, a jogadora da Alemanha é recordista. Foi a mais jovem atleta da Bundesliga, com apenas 15 anos em 2007. Alexandra Popp também merece atenção. Assim como Marozsan, o título da Copa ainda está na lista de desejos dela.

O ataque é promissor também na seleção holandesa. Lieke Martens tem seu nome na história, como o Queen. Ela será sempre lembrada no país como a primeira jogadora a marcar um gol pela Holanda em uma Copa do Mundo Feminina, na edição de 2015. Dois anos depois, chamou atenção na Eurocopa e levou para casa o título de Melhor do Mundo.



Apesar de tantos nomes já citados, na primeira fase é com a atacante Samantha Kerr que Marta vai duelar. A australiana e a brasileira se encontram no terceiro jogo do Grupo C. Aos 25 anos, a jogadora chega em sua terceira Copa. Dessa vez, com a moral de ser capitã.

Mas nem só no ataque ficam os grandes nomes. Pelas donas da casa, a zagueira Wendie Renard se destaca. Terceira jogadora de futebol mais bem paga do mundo, a francesa fica atrás apenas das companheiras de clube Ada Hegerberg (que boicota a Copa) e Amandine Henry. Aos 28 anos, a atleta do Lyon, atual vencedor da Liga dos Campeões, não é tão jovem, mas vai para o seu terceiro Mundial.

Como parte das rivais em campo, Marta ainda sonha com o troféu. Esse ano, ela corre contra o tempo, após lesão a duas semanas do início da Copa. Seis vezes melhor do mundo, ela chega para reafirmar a idolatria aos Beatles.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM