Jornal do Commercio
Notícia
Disputa

Futebol Feminino tem dia de campeãs e estreante na Copa do Mundo

China e Alemanha se enfrentaram pela segunda vez em jogos da Copa do Mundo

Publicado em 08/06/2019, às 12h46

O jogo aconteceu hoje, às 10h / Foto: Loic Venance AFP
O jogo aconteceu hoje, às 10h
Foto: Loic Venance AFP
ABr

Duas seleções campeãs da Copa do Mundo de Futebol Feminino e uma estreante jogam neste sábado (8), segundo dia da Copa da França.

Pelo Grupo B, a bicampeã Alemanha enfrentou a China, às 10h, no estádio Roazhon Park, em Rennes, e venceu a partida por 1x0. A estreante África do Sul encontra a Espanha, às 13h, no estádio Océane, em Le Havre. 

Pelo Grupo A, a campeã Noruega joga contra a Nigéria, às 16h, estádio Auguste-Delaune, em Reims.

Alemanha x China

As duas seleções já haviam se enfrentado uma vez em jogos da Copa do Mundo. As alemãs ganharam das chinesas por 1 a 0, na fase seminal da Copa da Suécia - 1995. O placar se repetiu na estreia das duas seleções na Copa do Mundo 2019.

A Alemanha ocupa o 2º lugar no ranking da Fifa. Participou de todas as Copas do Mundo. É Bicampeã. Na campanha de classificação para Copa na França, sofreu apenas uma derrota contra a Islândia e venceu as outras sete partidas sem levar gols. A técnica é Martina Voss-Tecklenburg. A estrela do time é Dzsenifer Marozsan. A jogadora concorreu ao prêmio de melhor jogadora do mundo em 2018 e ficou na terceira colocação. Atualmente joga no Olympique Lyonnais.

A China ocupa o 16º lugar no ranking da Fifa. Já participou seis vezes da Copa do Mundo de Futebol Feminino. O primeiro título quase foi alcançado em 1999, quando ficou com o vice-campeonato ao perder para os Estados Unidos. A equipe é comandada pelo ex-jogador Jia Xiuquan. A estrela do time é a atacante Li Ying.

Escalação

Neste sábado(9), a Alemanha veio à campo com Almuth Schult no gol, Carolin Simon e Kathrin Hendrich nas laterais, Marina Hegering e Sara Doorsoun na dupla de zagua; Svenja Huth, Dzsenifer Marozsan, Sara Daebritz, Giulia Gwinn e Melanie Leupolz no meio-campo; e Alexandra Popp comanda o ataque.

A China começou o jogo com Peng Shimeng no gol, Liu Shanshan e Lin Yuping nas laterias, Han Peng e Wu Haiyan são as zagueiras; Gu Yasha, Yao Wei, Shang Rui e Lou Jiahui no meio-campo; Yang Li e Wang Shanshan na dupla de ataque.



Arbitragem:

Marie-Soleil Beaudoin (CAN). Assistentes:Princess Brown (JAM) e Stephanie-Dale Yee Sing (JAM)

Espanha x África do Sul

As duas seleções nunca se enfrentaram.

A Espanha ocupa a 13ª posição no ranking da Fifa. Participa do Mundial pela segunda vez. Foi a primeira equipe a confirmar participação na Copa da França de forma invicta nos oito jogos disputados. O técnico Jorge Vilda comanda a seleção espanhola desde 2015, quando iniciou uma renovação na equipe e mudanças táticas. A jogadora Irene Paredes é líder nata e considerada uma das melhores zagueiras do mundo. Apesar de jogar na defesa, a jogadora do Paris Saint-Germain foi a segunda artilheira nas eliminatórias para Copa da França 2019.

A África do Sul ocupa a 49ª posição no ranking da Fifa. Depois de várias tentativas, conseguiu a oportunidade de participar pela primeira vez da Copa do Mundo. A técnica é Desiree Ellis, pioneira no futebol feminino na África do Sul. A zagueira Janine Van Wyk, que atua no time americano Houston Dash, soma 160 convocações para defender a seleção sul-africana.

Noruega x Nigéria

As suas seleções já se encontram na Copa de 1995, na Suécia. Noruega goleou a Nigéria por 8 a 0, placar com mair número de gols daquela Copa. 

A Noruega ocupa a 12ª posição no ranking da Fifa. Participou de todas as edições da Copa do Mundo. Garantiu vaga na Copa da França ao liderar o grupo 3 nas eliminatórias europeia. O treinador sueco Martin Sjogren sucede Even Pellerud, o homem que levou a Noruega ao título mundial em 1995. A estrela do time é Maren Mjelde, jogadora do Chelsea.

A Nigéria ocupa a 38ª posição do ranking da Fifa. Participou de todas as Copas do Mundo. O melhor resultado foi a classificação para as quartas de final em 1991.O título de campeã da Copa da África 2018 alcançado nos penaltis. A recompensa valeu vaga na Copa da França. O treinador da seleção nigeriana é o sueco Thomas Dennerby. O destaque da equipe é a atacante Asisat Oshoala, que joga no Barcelona e eleita melhor jogadora africana três vezes (2014, 2016 e 2017).

A 8ª Copa do Mundo de Futebol Feminino da FIFA será realizada na França entre os dias 7 de junho a 7 de julho. Neste ano, 24 equipes disputam o título. Desde 1991, a copa feminina ocorre de quatro em quatro anos. Os Estados Unidos são tricampeões (1991, 1999 e 2015); a Alemanha (2003, 2007), bicampeã; Noruega (1995) e Japão (2011) têm um título cada.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM