Jornal do Commercio
Notícia
SÉRIE D

Possível escalação irregular no Bahia de Feira pode devolver América à Série D

Volante Edimar da equipe baiana não cumpriu suspensão imposta pelo STJD em 2018

Publicado em 10/06/2019, às 10h59

América venceu o Bahia de Feira na estreia da Série D / Foto: Caio Falcão / FPF / Divulgação
América venceu o Bahia de Feira na estreia da Série D
Foto: Caio Falcão / FPF / Divulgação
Diego Borges
Twitter: @DiBorges9

Um dos representantes do futebol pernambucano na Série D 2019, o América terminou a fase de grupos na terceira colocação do Grupo A6 na sexta rodada, após perder no confronto direto para o Bahia de Feira, por 3x1. A eliminação seria cravada, porém uma possível escalação irregular na equipe baiana pode devolver o Mequinha à competição.

Isso porque o próprio Bahia de Feira, que terminou a fase de grupos com 10 pontos - mesmo número do América, porém com 7x0 no saldo de gols -, é acusado de escalar o volante Edimar Faria Santos de forma irregular e pode ser punido caso a denúncia seja julgada como procedente.

ENTENDA O CASO

Em 29 de abril de 2018, Edimar foi expulso de forma direta pela segunda rodada da fase de grupos da Série D 2018, quando defendia o Vitória da Conquista-BA, contra o Itabaiana-SE. A partida já havia encerrado e o árbitro Gabriel Murta Barbosa Maciel, da Federação Mineira de Futebol, alegou falta de segurança para não aplicar o cartão. No entanto, documentou na súmula da partida que terminou 2x1 para os sergipanos.

"Expulsei diretamente o sr. edimar farias santos, n° 05, do E. C. vitoria da Conquista, por dirigir-se a mim, de forma desrespeitosa proferindo os seguintes dizeres: 'vai se f*** filha da p***. a gente trabalha e você faz isso!'. cumpro informar, que não foi possível apresentar o cartão vermelho, tendo em vista a falta de segurança devido a uma confusão formada pelos jogadores da mesma equipe ao entorno da equipe de arbitragem."

Edimar cumpriu a suspensão automática na partida seguinte, contra o Santa Rita-AL, na terceira rodada. Em seguida, jogou como titular durante todos os 90 minutos nas três partidas restantes, contra Santa Rita, Itabaiana e Treze, tendo o dia 27 de maio como último compromisso do Vitória da Conquista por uma competição oficial da CBF na última temporada.

Quase um mês depois, no dia 25 de junho, Edimar foi julgado e punido pelo STJD no processo Nº 039/2018 com duas partidas de suspensão, como previsto no Artigo 243-F, por "Ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto".



PUNIÇÃO PENDENTE

De lá para cá, o jogador não participou de qualquer competição oficial da CBF, até defender o Bahia de Feira-BA, rival do América na primeira rodada do Campeonato Brasileiro da Série D 2019. O atleta foi titular na derrota sofrida para o América por 1x0.

O Artigo 44 do Regulamento Geral de Competições da CBF reza que "O atleta transferido de um Clube para outro Clube que participe de séries diferentes ou da mesma série levará as punições aplicadas pelo STJD se pendentes de cumprimento."
Logo, o Bahia de Feira fica sujeito ao Artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que engloba o ato de "incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente", sob pena de "perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais)."

AMÉRICA CONFIANTE NA VAGA

Caso seja punido, o Bahia de Feira deve perder três pontos e, com isso, cair para a terceira colocação, enquanto o América seria promovido ao segundo lugar, consequentemente, ao mata-mata da Série D. O diretor de futebol do América, Tércio Trindade, demonstrou confiança em entrevista ao JC

"A gente conversou com a FPF e eles estão acompanhando isso. Existe essa expectativa, tanto que não desmobilizamos o elenco. Os jogadores seguirão treinando normalmente durante a semana", destaca, antes de revelar que a informação da irregularidade já era de domínio do clube antes mesmo da derrota na última rodada. "Há duas semanas que a gente vem pleiteando isso. A procuradoria da CBF ficou de denunciar mas não entrou na pauta. A expectativa agora é de que saia na pauta nova da escalação irregular desse jogador. Semana passada esperávamos uma citação da própria CBF. A expectativa é que (a citação) saia hoje (segunda, 10), até porque os próximos jogos já são no domingo."

Apesar da expectativa pela reversão da vaga, Tércio aponta para uma indefinição sobre qual seria o futuro adversário do América na próxima fase, se de fato será o América-RN, agendado para enfrentar os baianos.

"Se acredita que possa haver alguma mudança na classificação. Mas são só conjecturas. Como a pontuação do América é a mesma da do Bahia de Feira, acredito que devemos enfrentar o mesmo adversário", completa o dirigente alviverde.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM