Jornal do Commercio
Copa América

Arena Fonte Nova pronta para Brasil x Venezuela

Condições do gramado preocupavam por causa das fortes chuvas que também castigaram Salvador na última segunda-feira (17)

Publicado em 18/06/2019, às 15h00

Previsão é de mais chuva no momento do jogo entre Brasil e Venezuela / CBF/Divulgação
Previsão é de mais chuva no momento do jogo entre Brasil e Venezuela
CBF/Divulgação
JC Online

Apesar de ter preocupado, o gramado da Arena Fonte Nova está pronto para receber Brasil x Venezuela, pela segunda rodada do Grupo A da Copa América. As condições do campo chegaram a ser dúvida para o duelo em razão das fortes chuvas que também castigaram Salvador (BA) na última segunda-feira (17). De acordo com o repórter João Victor Amorim, que está acompanhando a seleção brasileira na capital baiana, o tempo ensolarado desta terça (18) ajudou a melhorar a situação da grama. 

Para poupar o palco do duelo, inclusive, a seleção brasileira realizou o último treino antes do jogo contra a Venezuela no estádio Barradão, do Vitória. Já os venezuelanos treinaram no estádio Roberto Santos, mais conhecido como Pituaçu, homônimo ao bairro onde está localizado em Salvador.

No momento da partida, porém, a previsão é de mais chuva em Salvador. A seleção brasileira deve entrar em campo basicamente com a mesma equipe que venceu a Bolívia por 3x0 na estreia. A única alteração aponta para a entrada de Arthur, recuperado das dores no joelho, na vaga de Fernandinho.

A Rádio Jornal transmite Brasil x Venezuela a partir das 21h, com comentários e reportagem de João Victor Amorim.

 CONFIRA COMO ESTÁ A ARENA FONTE NOVA





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM