Jornal do Commercio
Notícia
copa do mundo feminina

Cristiane demonstra surpresa com recepção no aeroporto

A atacante Cristiane voltou ao Brasil junto com a seleção e foi recebida com muita festa pelos torcedores. Ela ficou feliz e surpresa

Publicado em 25/06/2019, às 10h00

Cristiane fez quatro gols na Copa / AFP
Cristiane fez quatro gols na Copa
AFP
JC Online

Após o desembarque no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, a atacante Cristiane ficou surpresa com a recepção calorosa dos torcedores. Ela sofreu uma lesão na partida diante da França, que resultou na eliminação da seleção brasileira, e chegou mancando. 

"Nunca vi assim, nem quando ganhamos medalha olímpica", disse a jogadora do São Paulo. Torcedoras prestaram as suas homenagens dando medalhas simbólicas para as atletas. "As meninas devem sonhar a partir de agora que as coisas podem mudar para elas", emendou a artilheira do Brasil no Mundial com quatro gols.



"Não sabia da recepção. Mostra o quanto honramos a camisa da seleção e quanto deixamos em campo, principalmente no jogo contra a França. Representa tudo o que fizemos nos jogos da Copa e essa torcida representa muito", afirmou a atacante Andressa Alves, que atua no Barcelona.

PARTE DO ELENCO 

O grupo que desembarcou em São Paulo não estava completo porque algumas jogadoras seguiram para os países onde atuam. São os casos de Marta, Camila e Thaísa, que foram direto para os Estados Unidos, e de Bia Zaneratto e Luana, que seguiram para a Coreia do Sul.

Na chegada ao Brasil, o técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, reafirmou que está otimista para a continuidade de seu trabalho à frente da seleção. O coordenador de seleções femininas da CBF, Marco Aurélio Cunha, afirmou na segunda-feira, ainda na França, que o futuro do treinador está agora nas mãos do presidente da entidade, Rogério Caboclo. O próximo compromisso da equipe é a Olimpíada de Tóquio, no ano que vem, no Japão.

No Mundial, a seleção feminina ganhou da Jamaica por 3 a 0, depois perdeu de virada para a Austrália por 3 a 2 e garantiu a classificação em terceiro lugar do Grupo C graças à vitória sobre a Itália por 1 a 0. O destaque da campanha foi o recorde que a craque Marta bateu, virando a maior artilheira dos Mundiais com 17 gols, superando o centroavante alemão Miroslav Klose.

 


Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM