Jornal do Commercio
Notícia
SELEÇÃO

Brasil perde para o Peru em amistoso em Los Angeles

Com Neymar entrando apenas no segundo tempo, seleção brasileira perdeu por 1x0 para os peruanos

Publicado em 11/09/2019, às 01h56

Brasil jogou mal e perdeu para o Peru por 1x0 / KEVORK DJANSEZIAN / AFP
Brasil jogou mal e perdeu para o Peru por 1x0
KEVORK DJANSEZIAN / AFP
Marcos Leandro
Twitter: @mleandrocunha

O Brasil finalizou seu giro de amistosos pelos Estados Unidos com uma derrota para o Peru, na madrugada desta quarta-feira (11/9). Jogando no Memorial Coliseum, em Los Angeles (palco das Olimpíadas de 1932 e 1984), a seleção brasileira foi muito mal e perdeu para os peruanos por 1x0, dois meses depois de ter batido a mesma seleção peruana na final da Copa América, no Maracanã. Na última sexta-feira, a Canarinho ficou no 2x2 com a Colômbia, em Miami.

O JOGO

Como era esperado, o técnico Tite fez quatro alterações em relação ao time que entrou em campo contra os colombianos. A surpresa, infeliz para o público presente mo estádio, foi a presença de Neymar no banco de reservas. Depois de ficar três meses sem jogar, o camisa 10 voltou a atuar por 90 minutos justamente no embate da última sexta.

Sem Neymar de frente, o ataque da seleção foi formado por David Neres, Roberto Firmino e Richarlison. No Peru, o técnico Ricardo Gareca não contou com Paolo Guerrero, que nesta quarta (11/9) disputa a final da Copa do Brasil pelo Internacional, que encara o Athletico-PR.



A melhor chance do Brasil aconteceu aos 19 minutos, mas Advíncula travou o chute de David Neres. Logo na sequência, Flores quase abriu om placar para os peruanos. Apesar da insistência de Richarlison, o melhor do ataque verde-amarelo, o primeiro tempo acabou empatado por 0x0.

SEGUNDO TEMPO

Não demorou muito para Tite mudar a equipe, com a persistência da igualdade na etapa final. Neymar foi acionado aos 17 minutos, junto com Fabinho, do Liverpool, e Lucas Paquetá, do Milan. Deixaram o gramado Roberto Firmino, David Neres e Casemiro. Marquinhos passou a ser o capitão.

Aos 29, Vinicius Junior, que tinha acabado de entrar no lugar de Richarlison, tocou para Neymar, que dentro da área, dominou, girou e caiu no chão pedindo pênalti, mas o árbitro nada marcou.

Quem balançou a rede foi o Peru. Aos 39, Yotún cobrou falta e o zagueiro Abram cabeceou para o gol, antes da chegada do goleiro Ederson.

Foi a terceira derrota de Tite no comando da seleção. Antes, tinha perdido um amistoso para a Argentina e para a Bélgica, na Copa do Mundo da Rússia. 

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM