Jornal do Commercio
Notícia
Mudança de vida

Autor do gol mais rápido das Copas hoje é motorista de aplicativo

Hakan Sukur foi perseguido político em seu país e teve que se mudar

Publicado em 13/01/2020, às 19h01

Sukur jogou a Copa de 2002 / AFP
Sukur jogou a Copa de 2002
AFP
JC Online

Autor do gol mais rápido da história das Copas do Mundo, contra a Coreia do Sul na decisão de 3º lugar do Mundial de 2002 (Japão e Coreia do Sul), o turco Hakan Sukur tem uma rotina bem diferente da época de jogador. Aos 48 anos, o ex-jogador trabalha como motorista de aplicativo em Washington, nos Estados Unidos, após uma série de polêmicas e ameaças turcas.

"Não tenho mais nada em nenhum lugar do mundo", lamentou Sukur ao site alemão Welt am Sonntag.

Sukur começou a ter problemas em 2011, quando já estava aposentado. Ele se filiou ao partido do presidente turco, Recep Erdogan e foi eleito deputado. Dois anos depois, porém, após escândalos de corrupção, resolveu renunciar.



MUDANÇA

A retaliação, segundo ele, foi imediata. "Eles atiraram pedras na butique da minha esposa, meus filhos foram assediados na rua e recebi ameaças", falou. O ex-jogador também teve os bens congelados e viu o pai ser preso. Com a vida insustentável, ele decidiu se mudar aos EUA, onde abriu cafeteria, mas fechou o estabelecimento após ameaças turcas. Hoje ele dirige em aplicativo e vende livros.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM