Jornal do Commercio
Contratação

Givanildo Oliveira é o novo técnico do Náutico

Diretoria alvirrubra fez anúncio na manhã desta segunda-feira (5)

Publicado em 05/09/2016, às 11h00

Givanildo assinou com o Náutico até o final do Campeonato Brasileiro da Série B / JC Imagem
Givanildo assinou com o Náutico até o final do Campeonato Brasileiro da Série B
JC Imagem
Karoline Albuquerque

O técnico Givanildo Oliveira é o novo comandante do Náutico para a Série B. O nome dele foi anunciado nesta segunda-feira (5) pela direção alvirrubra. Giva chega para substituir Alexandre Gallo, demitido nesse domingo, após uma sequência de maus resultados. O último deles foi a derrota para o Sampaio Corrêa, no sábado (3).

O novo técnico, velho conhecido dos alvirrubros, já comanda o time neste sábado (10), na partida da 24ª rodada contra o Bahia, na Arena Pernambuco, às 16h30. Givanildo assinou com o Náutico até o final do Campeonato Brasileiro da Série B. Ele pega o time na 8ª colocação, com 31 pontos, a sete de distância do G4.



No novo clube, Givanildo terá a missão de buscar o acesso para a Série A do ano que vem, algo que não é tão novidade para o treinador. No ano passado, por exemplo, ele conseguiu subir de divisão com o América-MG. Ao todo, foram seis acessos, sendo um com o Santa Cruz (2005) e outro com o Sport (2006).

DESEJO

Givanildo também foi campeão com os corais e rubro-negros. Do trio de ferro, o Náutico, treinado por ele entre 2002 e 2003, é o único clube com o qual ele não conquistou título, algo que o treinador deseja mudar. Em entrevista para à Rádio Jornal, o técnico disse que queria ser campeão com o Timbu um dia. "Tenho uma vontade muito grande de ser campeão pelo Náutico ou subir para a Série A", disse Giva na ocasião. Talvez nem ele soubesse que teria a chance de fazer algo parecido ainda nesta temporada.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM