Jornal do Commercio
Apresentado

De início tardio no futebol à possível titularidade no Náutico: conheça Wágner Lauretti

Possível titular contra o Itabaiana, o atacante só começou a jogar em 2016

Publicado em 11/01/2018, às 18h25

"É uma oportunidade única", disse
Léo Motta/JC Imagem
Diego Toscano
Twitter: @diegotoscanoo

Chegando como promessa no Náutico, Wágner Lauretti foi apresentado oficialmente pelo clube nesta quinta (11), no CT Wilson Campos. Com 20 anos, o atacante encara o Timbu como a maior oportunidade da carreira. Principalmente porque só começou a jogar futebol de forma mais séria em 2015. Na atual temporada, fará suas primeiras partidas em competições profissionais organizadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Até agora, só atuou em torneios estaduais no Piauí, Ceará e Espírito Santo.

"Comecei um pouco tarde, com 18 anos e na base do XV de Piracicaba (SP). Fiquei um ano lá e joguei a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Depois, fui pro Espírito Santo e joguei campeonatos sub-20 e, em seguida, subi para o profissional para jogar a Copa Espírito Santo. No ano seguinte, fui pro Ferroviário (CE). Fiz parte do elenco que foi vice-campeão cearense em 2017. Logo depois, parti pro 4 de Julho (PI), onde fui campeão e o artilheiro da Copa Piauí", afirmou o atacante do Náutico. 



TITULAR

Nesta quinta (11), teve sua primeira oportunidade como titular. No CT Wilson Campos, começou o coletivo na vaga do meia Clebinho. "É uma oportunidade única. Cheguei de clube pequeno e ter chance num grande como o Náutico me faz feliz demais. É agarrar com todas as forças a oportunidade e, se realmente começar o jogo, dar tudo de mim dentro de campo", finalizou.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM