Jornal do Commercio
Classificado

De vilão a herói, Camutanga coloca o Náutico na 2ª fase da Copa do BR

Zagueiro falhou em jogada que resultou no gol do Cordino e fez o tento do Náutico no Maranhão

Publicado em 31/01/2018, às 22h25

Náutico foi buscar o gol de empate no final do segundo tempo / Léo Lemos/Náutico
Náutico foi buscar o gol de empate no final do segundo tempo
Léo Lemos/Náutico
Diego Toscano
Twitter: @diegotoscanoo

Um gol que valeu R$ 600 mil e a redenção no Maranhão. Nesta quarta (31), Camutanga viveu o céu e o inferno pelo Náutico. De vilão a herói, o zagueiro fez o gol que colocou o Timbu na segunda fase da Copa do Brasil. No Castelão, em São Luís (MA), o clube alvirrubro ficou no 1x1 contra o Cordino e avançou na competição nacional.

Contratado ainda em dezembro, Camutanga não chegou ao Náutico para ser titular. Na pré-temporada, atuou o tempo inteiro entre os reservas. Porém, no primeiro jogo oficial, contra o Itabaiana, pelo pré-Nordestão, já teve que mostrar serviço. Isso porque Camacho, contratado para ser o xerife da equipe em 2018, se machucou em Sergipe. Alçado como titular, afirmou que queria orgulhar a pequena cidade que carrega no nome. Nesta quarta (31), conseguiu alegrar, além dos alvirrubros, o município de oito mil habitantes e a 113 km da capital Recife.

O JOGO

Um primeiro tempo sem inspiração do Náutico no Maranhão. Nos 45 minutos inicias, nenhum arremate do clube da Rosa e Silva na barra do goleiro Alberto. O único lance mais agudo do Timbu foi aos 14 minutos, quando Gabriel Araújo cruzou, Alberto se antecipou e cortou o cruzamento. Na sobra, antes de Tharcysio, a zaga isolou.

O Cordino, apesar de ter mais a posse da bola, não bombardeou o Náutico. O jogador de maior destaque do time maranhense nos primeiros 45 minutos foi o atacante Jonas Piu Piu. Em velocidade, deu trabalho no lado esquerdo da defesa alvirrubra. Foi ele, por sinal, que começou a jogada que resultou no primeiro gol no Castelão.

Com 27 minutos, bobeira dupla da zaga do Náutico. Com a bola dominada, Camutanga viu Jonas Piu Piu passar na sua frente e tocar por cima de Jefferson. A bola bateu no travessão. Na sobra, Breno Calixto derrubou Régis Pitbull. Ulisses foi para a cobrança e deslocou com tranquilidade o arqueiro alvirrubro.

No segundo tempo, o Náutico voltou sem Tharcysio, que foi substituído por Daniel Bueno. Mas a postura não mudou: o time continuou sem conseguir criar jogadas ofensivas. A primeira de perigo apenas aos 13 minutos. Pela esquerda, Gabriel Araújo cruzou e, na pequena área, Clebinho subiu mais que a zaga e cabeceou para fora.



Precisando desesperadamente de um gol, o técnico Roberto Fernandes colocou o time ainda pra frente com a entrada do atacante Robinho na vaga do volante Josa. E a pressão deu resultado. Com 28, Gabriel Araújo cruzou e Wallace Pernambucano cabeceou para fora. Nove minutos depois, o gol da salvação alvirrubra na cabeça do “vilão” da primeira etapa.

No primeiro tempo, Camutanga falhou na jogada que resultou no pênalti para o Cordino, bem convertido por Ulisses. Na etapa final, fez o gol da classificação. Aos 37 minutos, Wallace Pernambucano cruzou e Camutanga, sozinho na pequena área, fuzilou o goleiro Alberto. No sufoco, o Timbu está na segunda fase da Copa do Brasil.

FICHA DO JOGO

CORDINO
Alberto; Michel, Da Silva, Emerson e Renan; Júnior Negrão (Rony), André (Gualberto), Keulson (Alison) e Ulisses; Jonas Piu Piu e Régis Pitbull. Técnico: Wemesson Carvalho.

NÁUTICO
Jefferson (Bruno); T. Ennes, Breno Calixto, Camutanga e Kevyn; Negretti, Josa (Robinho) e Wallace Pernambucano; Clebinho, Tharcysio (Daniel Bueno) e Gabriel Araújo. <CF307>Técnico:</CF> Roberto Fernandes

Local: estádio Castelão (MA). Árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA). Assistentes: Márcio Gleidson Correia Dias e Rafael Bastos Cardoso (ambos do PA). Gols: Ulisses, aos 29 min do 1ºT, e Camutanga, aos 37 min do 2ºT. Cartões amarelos: Jonas Piu Piu (C); Breno Calixto e Daniel Bueno (N). Público: 272. Renda: R$ 1.695,00.


Recomendados para você


Comentários

Por Eduardo Ferreira,31/01/2018

O texto destaca no sufoco. Em resumo, para o repórter não existiu garra do time.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe
As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM