Jornal do Commercio
Copa do Brasil

Com vantagem do empate, Náutico visita Cuiabá em nova decisão

Timbu encara o Dourado por vaga na quarta fase da Copa do Brasil

Publicado em 14/03/2018, às 08h01

Equipe treinou no campo do Clube 
Esportivo Operário (MT) / Léo Lemos/Náutico
Equipe treinou no campo do Clube Esportivo Operário (MT)
Léo Lemos/Náutico
Diego Toscano
Twitter: @diegotoscanoo

Por vaga na quarta fase da Copa do Brasil, o Náutico visita nesta quarta (14) o Cuiabá, a partir das 21h45, na Arena Pantanal. Precisando apenas de um empate para avançar na competição nacional, o Timbu enfrentará o Dourado em um dos estádios da Copa do Mundo de 2014, mas com portões fechados. Isso porque o governo do Mato Grosso não conseguiu o laudo de vigilância sanitária e o dos Bombeiros no prazo.

“Vou ser honesto pra caramba. Em estádios como a Arena (Pantanal), que oferece segurança e conforto ao torcedor, não gosto de jogos dessa forma. Fica meio sem graça. Não foram apresentados os laudos e é absurdo porque não quero nem entrar no mérito da questão do quanto se foi gasto em Copa do Mundo no Brasil. Mas fizeram estádios gigantescos e depois você não tem o mínimo que é a manutenção deles”, criticou o técnico alvirrubro Roberto Fernandes.

Sobre a partida, o treinador acredita que o Cuiabá não irá jogar tão retrancado quanto foi no jogo de ida, no 2x1 na Arena de Pernambuco. “Acompanho bem o trabalho do Itamar (técnico adversário). Antes de propor jogo ou de ter um futebol mais vistoso, vem a garra, o espírito de guerra. Espero muito mais pressão com força e imposição. Não tenho dúvida de que vai ser um jogo muito pegado dentro de campo. Vão procurar pressionar dentro de uma organização que o Cuiabá já tem. E o Náutico tem que buscar fazer aquilo que fez nas duas fases anteriores, quando conseguiu a classificação na Copa do Brasil: também ser uma equipe aplicada e guerreira”, disse.

Apesar da vitória contra o Bahia ter sido celebrada, já que deixa o Náutico vivo na Copa do Nordeste, a postura adotada pela equipe após abrir o placar incomodou o comandante. “Suportar a pressão do Bahia foi um ponto importante, mas deixa lições de que não dá para a gente aceitar tanto a imposição do adversário”, explicou o técnico, que também confirmou que deve mudar a equipe e que não quer o time pensando no empate durante a partida.



“Deve ter alguma alteração, talvez com uma equipe mais avançada, seja em característica de jogo ou de jogador, para que a gente vá para Cuiabá não só para ver o oponente jogar. Só tem que pensar nessa vantagem do empate faltando cinco minutos para acabar. Fora disso, buscar a vitória também”, finalizou.

FICHA DE JOGO

CUIABÁ
Victor Souza; Weriton, Marcelo Xavier, Ednei e Quaresma; Magno, Jean, Weverton e Hiltinho; Bruno Alves e Jenison. Técnico: Itamar Schulle. Esquema: 4-4-2.

NÁUTICO
Bruno; Thiago Ennes, Breno Calixto, Camutanga e Kevyn; Negretti, Josa e Wendel; Wallace Pernambucano, Ortigoza e Robinho. Técnico: Roberto Fernandes. Esquema: 4-3-3.

Local: Arena Pantanal (MT). Horário: 21h45. Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG). Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Luiz Antonio Barbosa (ambos de MG).


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe
As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM