Jornal do Commercio
RUMO À B

Náutico com 'pés no chão' na luta pelo acesso à Série B

Rafael Assis, atacante do Náutico, falou em encarar a fase final da Série C com humildade e ''colher frutos'' lá na frente

Publicado em 08/08/2018, às 15h50

Equipe está a um empate para garantir a liderança do Grupo A / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Equipe está a um empate para garantir a liderança do Grupo A
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Túlio Feitosa
@tuliofeitosa

Embalado na Série C, o Náutico já garantiu sua classificação para a fase de mata-matas, mas o atacante Rafael Assis ressalta que a equipe está trabalhando com “os pés no chão”. Ainda neste sábado (11), o Timbu irá enfrentar o Remo no Pará, em partida que vale a liderança para os alvirrubros.

“Tem uma certa ansiedade, não só da minha parte, mas do grupo todo”, destacou Rafael. O time vem de uma grande sequência no campeonato. Desde o final do primeiro turno sem perder no campeonato e com apenas uma derrota dentro de casa na temporada inteira. Mas o início do Campeonato Brasileiro não foi um mar de flores. Após o título do Pernambucano, o Náutico não emplacou o ritmo na Série C. “A gente estava amargando na zona de rebaixamento e ninguém esperava essa arrancada. Quando o Márcio chegou, o time deu uma alavancada”, exaltou o atacante.



Jogo

A partida contra o Remo será realizada no Mangueirão, estádio do clube paraense, às 19h30 deste sábado. O Náutico joga por um empate para garantir a liderança do Grupo A.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM