Jornal do Commercio
HOMENAGEM

Kuki receberá título de Cidadão Pernambucano na Alepe

Ídolo do Náutico desde 2001, Kuki receberá a homenagem em novembro. Título será entregue em mãos pelo deputado Rogério Leão

Publicado em 11/10/2018, às 18h01

Ídolo do Náutico, Kuki segue como auxiliar técnico do clube alvirrubro / Foto: Léo Motta/JC Imagem
Ídolo do Náutico, Kuki segue como auxiliar técnico do clube alvirrubro
Foto: Léo Motta/JC Imagem
Túlio Feitosa
Twitter: @tuliofeitosa

No dia sete de novembro, o ex-atleta Kuki irá receber o título de Cidadão Pernambucano no Plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O ídolo alvirrubro irá receber a homenagem pelas mãos do deputado Rogério Leão. O auxiliar técnico do Timbu ocupará o mesmo espaço do goleiro Magrão e do surfista Fábio Gouveia, atletas que também receberam o mesmo título.

Kuki virou um rosto conhecido no Recife em 2001, quando chegou para reforçar o Náutico no Campeonato Pernambucano daquele ano. Na época, não houveram muitas pessoas que imaginariam o que o baixinho artilheiro representaria para o Timbu. E, este ano, Kuki ganhou a oportunidade de dizer que, não só faz parte da história de um clube pernambucano, como agora faz parte da história do próprio estado que o Náutico reside.



“Fico bastante lisonjeado, sabendo que eu entro no hall daquelas pessoas que vieram de fora e fizeram história aqui em Pernambuco. Agora eu sento ao lado de nomes como Ariano Suassuna, João Carlos Paes Mendonça e de outras pessoas que marcaram seu nome no estado”, ressaltou Kuki.

TRAJETÓRIA NO TIMBU

Assim que chegou no Náutico, em 2001, o atacante conquistou um título estadual e repetiu o mesmo feito em 2002 e 2004. Se tornou o terceiro maior artilheiro do clube, com 184 gols, e o que mais vestiu a camisa alvirrubra (387 vezes). Como auxiliar técnico, conquistou o acesso à Série A em 2011 e foi Campeão Pernambucano em 2018.



OFERTAS

Especiais JC

Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.
Mãe Guerreira Mãe Guerreira
Junto com uma criança, nasce sempre uma mãe, que enfrenta inúmeros desafios para educar, acolher e dar o melhor aos filhos. Por isso, todas elas carregam em si a força e a coragem de verdadeiras guerreiras.
JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM