Jornal do Commercio
Caldeirão

'Vai ser um jogo inesquecível', diz Acosta sobre reabertura dos Aflitos

Ídolo alvirrubro mandou recado para a torcida do Timbu

Publicado em 06/12/2018, às 14h47

Atacante fez 19 gols e foi o vice-artilheiro da Série A de 2007 / JC Imagem
Atacante fez 19 gols e foi o vice-artilheiro da Série A de 2007
JC Imagem
Diego Toscano
Twitter: @diegotoscanoo

Vice-artilheiro do Brasileirão de 2007 com 19 gols, Acosta será um dos destaques do jogo preliminar (em homenagem a Kuki) da reabertura do estádio dos Aflitos, no dia 16 de dezembro, com a partida principal trazendo o Newell's Old Boys (ARG) para o Recife. Nesta quinta (6), o uruguaio de 41 anos usou as redes sociais do Náutico para mandar mensagem para a torcida alvirrubra.

"Queria falar para toda torcida do Náutico que dia 16 vamos voltar aos Aflitos. Fui convidado e estou muito feliz de rever essa torcida maravilhosa. Tenho muitas recordações dos Aflitos. Vai ser um jogo inesquecível. Tomara que seja também um bom espetáculo. Estamos juntos", afirmou o jogador, que neste ano voltou a jogar futebol pelo Cerrito, da Segunda Divisão do Uruguai.



MEMÓRIA

No final de outubro, em entrevista ao JC, Acosta relembrou a passagem marcante na Rosa e Silva. Falou que trocava as premiações individuais por um título no Náutico, ressaltou a emoção de voltar aos Aflitos, com direito a contar novamente um gol especial na Rosa e Silva e da volta ao futebol como jogador no Uruguai.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM