Jornal do Commercio
COPA DO BRASIL

Náutico com espírito decisivo diante do Imperatriz

O Timbu sabe que precisa se recuperar e conquistar a classificação no torneio nacional

Publicado em 11/02/2019, às 08h11

O Náutico vai tentar se recuperar diante do Imperatriz. / Bobby Fabisak / JC Imagem
O Náutico vai tentar se recuperar diante do Imperatriz.
Bobby Fabisak / JC Imagem
Fernando Castro

O Náutico chega no momento mais importante do primeiro trimestre ainda oscilando na temporada. Nesta terça (12), contra o Imperatriz, pela Copa do Brasil, o Timbu precisa de pelo menos um empate para se classificar e conquistar uma cota de R$ 625 mil, valor que representa atualmente mais de duas folhas salariais do clube. Com pouco tempo de preparação, a palavra de ordem para o grupo alvirrubro é recuperação.

“Nós sabemos da importância da Copa do Brasil, foi fundamental para o clube em 2018, nós temos essa consciência. Mas o mais importante é a gente recuperar os atletas, nós temos um período curto, vamos fazer a reapresentação e avaliar todo o grupo. O importante é que os atletas possam repousar, ter uma boa alimentação, para estar aptos e se recuperarem bem”, comentou o treinador Márcio Goiano, após o empate em 2x2 no clássico contra o Santa Cruz, pela Copa do Nordeste, sábado.



DECISÃO

Assim como o Náutico, o Imperatriz também vai disputar a Série C do Campeonato Brasileiro. Ciente das dificuldades do confronto no Maranhão, o técnico quer o time do Náutico com o espírito de decisão, assim como foi no clássico contra o Santa. Para o técnico, avançar de fase na Copa do Brasil pode dar tranquilidade ao clube para o decorrer da temporada. “Sabemos da dificuldade que vamos ter, naturalmente, o Imperatriz é uma equipe que também se encontra na Série C e o mais importante é ter todos os jogadores preparados. Dentro de campo nós temos que entregar o melhor, temos que ir com um espírito decisivo para esse jogo”, destacou o técnico.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM