Jornal do Commercio
Notícia
Dal Pozzo

"Está muito difícil nesse momento", afirma técnico do Náutico sobre contratações

Náutico está em busca de um lateral esquerdo e de um atacante

Publicado em 24/05/2019, às 12h39

Náutico atualmente só tem um lateral esquerdo no elenco / Léo Lemos/Náutico
Náutico atualmente só tem um lateral esquerdo no elenco
Léo Lemos/Náutico
Fernando Castro
Twitter: @fernand0_castro

Mais de um mês depois do fim do Campeonato Pernambucano, a diretoria do Náutico ainda segue em busca da contratação de um lateral esquerdo. Com a saída de Gabriel Araújo, após o término de contrato no final de abril, o elenco alvirrubro conta apenas com um jogador para a posição. Assis, no entanto, está machucado há cerca de 15 dias e, sem condições de jogo, o volante Josa e o lateral-direito Hereda precisaram ser improvisados no setor. Há pouco mais de uma semana no clube, o técnico Gilmar Dal Pozzo reconheceu a dificuldade nas negociações.

"O primeiro passo foi chegar no Náutico e ter o cuidado de identificar aquilo que nós precisamos. É basicamente aquilo que vocês sabem. As posições, um ou outro com características diferentes, mas precisamos trazer jogadores diferentes para a sequência do campeonato. Eu não saí da concentração desde que cheguei, todos os dias estamos tendo reunião, e está muito difícil nesse momento, a contratação. E eu não quero trazer qualquer jogador", comentou.

Posição de maior carência no elenco alvirrubro, lateral esquerda é a prioridade máxima da diretoria do Náutico no mercado. Além da lateral, o Timbu também busca a contratação de mais um atacante, depois do empréstimo de Robinho ao Bragantino até o final do ano, para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. Ainda de acordo com Dal Pozzo, não adianta trazer um jogador sem convicção.



"O Náutico sabe das necessidades, em algumas posições com urgência. Mas não adianta trazer um jogador que eu ou a diretoria não tenha convicção, então nós temos que buscar o máximo de informação desses atletas que chegarem aqui possam nos ajudar. Têm algumas coisas encaminhadas, bem encaminhadas, e acredito que semana que vem vai ter novidade com relação a chegada desses atletas. E se por acaso não der certo, continuamos com nosso trabalho para trazer jogadores de qualidade", destacou.

REFORÇOS

Até o momento, para a disputa da Série C, o Náutico anunciou duas contratações: o volante Jhonnatan, que retornou ao clube, e o zagueiro Fernando Lombardi. Apesar da procura por novos nomes, o técnico Dal Pozzo, assim como a diretoria alvirrubra, afirmou que os maiores reforços estão se recuperando no departamento médico do clube. O treinador alvirrubro ainda não pode contar com o volante Maylson, o atacante Jorge Henrique e os laterais Hereda e Assis, que realizam um trabalho específico com a fisioterapia, além do zagueiro Diego Silva, entregue a transição física

"O importante nesse momento é a recuperação de jogadores que estavam no DM. Alguns estão começando a transição e alguns esperamos que estejam aptos contra o Globo-RN (pela 6ª rodada). Essa é a nossa maior contratação no momento. A diretoria está trabalhando muito, a gente está trabalhando muito para trazer jogadores de qualidade", ressaltou Gilmar Dal Pozzo.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM