Jornal do Commercio
Notícia
timbu

Técnico elogia nível da base do Náutico

Dal Pozzo, porém, quer observar comportamento dos garotos criados no clube

Publicado em 24/05/2019, às 07h29

Técnico exaltou nível da base. / Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Técnico exaltou nível da base.
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Karoline Albuquerque
Do Blog do Torcedor

Sob o comando do ex-técnico Márcio Goiano, o time do Náutico apresentava sempre uma escalação com bastantes jogadores da base do clube. Agora, na tutela do técnico Gilmar Dal Pozzo, o Timbu fez duas partidas, mantendo no mínimo quatro crias alvirrubras entre os titulares. Por enquanto, porém, o treinador prefere não dar destaques individuais, mas exalta o nível da base.

"Jogadores preparados para jogar e serem titulares. Claro que, no dia a dia, a gente vê algumas características, mas é um espaço mais reduzido, é treinamento. Então a partir da semana que vem, a gente vai começar a fazer jogo treino para o Sub-20, alguns amistosos com equipes de um nível de enfrentamento maior", explicou o treinador.



Além da qualidade do jogador, Dal Pozzo afirma que é preciso observar o comportamento tendo o jogo como referência. Ele cita como exemplo a dificuldade de atuar dentro do estádio dos Aflitos numa Série C do Campeonato Brasileiro. Só assim poderá saber se os garotos da base têm expectativa de futuro a médio e longo prazo assumindo a camisa do Náutico.

"Fui atleta, eu sei que o comportamento no jogo tem o fator emocional, as variáveis de momentos em que o atleta está bem e em outro que a torcida pega no pé. Eu quero ver a reação, então tenho muita cautela para fazer uma avaliação mais profunda. Estou satisfeito, lógico, mas eu quero ver esses atletas jogando para ver a reação", concluiu.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM