Jornal do Commercio
Notícia
base

Náutico renova por mais três anos com lateral-direito

O Alvirrubro"amarra" bem as crias da casa

Publicado em 12/07/2019, às 18h20

Contrato tem multa milionária. / Foto: Léo Lemos/Náutico
Contrato tem multa milionária.
Foto: Léo Lemos/Náutico
Karoline Albuquerque
Do Blog do Torcedor

O Náutico anunciou nesta sexta-feira (12) a renovação de contrato com o lateral-direito Hereda. O jogador de 20 anos é cria da base do clube e assinou a extensão até o final de 2022, com uma multa girando em torno de R$ 12 milhões. Para o executivo de futebol alvirrubro Ítalo Rodrigues, o principal ponto em prorrogar contratos com suas joias é cumprir com as obrigações do clube para que os jogadores estejam focados no time.

"Hoje é algo que a gente consegue. Hoje, não se vê atleta querendo ir embora. Pelo contrário. Temos demanda hoje em dia, por ter investido na base e dar oportunidade de jogarem, demanda de novos atletas querendo vir para a base, potenciais muitas vezes que não estão sendo utilizados, até em clube de Série A. Preferem vir porque sabem que aqui a gente dá oportunidade para os mais novos", disse o executivo.



Além disso, Ítalo Rodrigues destaca que o clube ganha em ativos, com os atletas ajudando dentro campo e, se possível, vendas e questões financeiras futuras. "O Náutico nunca vendeu tanto em tão pouco tempo. Traz para o mercado a ideia de que é um clube que forma atleta e está no mercado para vender também, não para simplesmente outros clubes terem interesse e levarem o jogador", emendou.

O volante Wagninho, o atacante Thiago e o meia Lucas Paraíba, criados na base alvirrubra, também já prorrogaram os vínculos com o clube. "Todos esses atletas da base, que são considerados ativos do clube, estão muito bem amarrados", concluiu o executivo de futebol do Náutico.


Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM