Jornal do Commercio
Notícia
Série C

Náutico vence o Sampaio Corrêa de virada e volta à vice-liderança do Grupo A

Timbu venceu o líder do Grupo A de virada, nos Aflitos

Publicado em 12/08/2019, às 21h59

Jiménez marcou o gol da vitória alvirrubra / Bobby Fabisaki/JC Imagem
Jiménez marcou o gol da vitória alvirrubra
Bobby Fabisaki/JC Imagem
Fernando Castro
Twitter: @fernand0_castro

O jogo era decisivo. O Náutico entrou em campo pressionado pelos resultados negativos da 16ª rodada da Série C, mas de virada, conseguiu uma importante vitória contra o líder Sampaio Corrêa, por 2x1, no estádio dos Aflitos, para voltar à vice-liderança do Grupo A. Os volantes Josa e Jiménez marcaram os gols que garantiram o triunfo pernambucano. Ainda na liderança, o Sampaio Corrêa não perdia desde a última rodada do primeiro turno, há sete jogos, e vinha de uma sequência de cindo vitórias consecutivas.

Com os três pontos somados, além de voltar à vice-liderança, o Náutico somou 27 pontos e abriu dois pontos do Confiança, terceiro colocado, e três do Botafogo-PB, primeiro time fora do G-4. O time paraibano é justamente o próximo adversário do Timbu. No sábado (17), a equipe comandada pelo técnico Gilmar Dal Pozzo enfrenta o Belo no estádio Almeidão, às 17h.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

O JOGO

Com a bola rolando, o Náutico iniciou o jogo com a proposta de pressionar o Sampaio Corrêa, mas logo foi surpreendido pela postura do adversário. Aos três minutos, o lateral-esquerdo Romano cobrou uma falta com maestria, acertou a trave e por pouco não abriu o placar. Com a linha de marcação alta, o time maranhense oferecia perigo à defesa alvirrubra, que parecia nervosa, com muitos erros de passes.

Com muita ligação direta da defesa para o ataque, o Náutico não conseguia encaixar ataques se impor na partida. Oferecendo perigo em praticamente todos os lances ofensivos, o Sampaio Corrêa era melhor no jogo e abriu o placar merecidamente aos 26 minutos. Romano avançou pela esquerda, fez o cruzamento e cruzou bem, Ferreira cabeceou, Jefferson ainda defendeu, mas no rebote, Salatiel aproveitou e manda para o fundo do gol. 

Atrás do placar e pior na partida, o Náutico apostou em uma 'blitz' no final do primeiro tempo. E deu certo. Aos 47 minutos, pela primeira vez o time alvirrubro conseguiu tabelar com eficiência. Jiménez tocou para Rafael Oliveira, que achou bem o volante Josa. Infiltrado de surpresa dentro da área adversária, o capitão alvirrubro acertou um bonito chute para empatar o jogo. 

SEGUNDO TEMPO

O Náutico voltou para o segundo tempo com uma postura diferente. Com mais imposição no jogo, o time alvirrubro buscava mais o ataque. Aos nove minutos, depois de jogada do atacante Rafael Oliveira, a bola bateu no braço do zagueiro Paulo Sérgio e o árbitro marcou pênalti. O paraguaio Jiménez chamou a responsabilidade, bateu com força e marcou o gol para virar o placar. 



A partir da metade do segundo tempo, a blitz mudou de lado novamente. Atrás do placar, o Sampaio Corrêa voltou a investir em jogadas ofensivas e pressionar a defesa alvirrubra. Com a entrada do meio-campista Diones, a Bolívia Querida melhorou o último passe e começou a exigir mais do goleiro Jefferson, bastante exigido. Com a melhora do adversário, o Náutico passou a apostar nos contra-ataques, principalmente com a entrada de Wallace Pernambucano.

Com a referência do 'Tanque dos Aflitos' no taque alvirrubro, o Náutico foi perigoso nos contra-golpes. Aos 31 minutos, Wallace avançou em velocidade, fez boa jogada e passou bem para Álvaro, mas a zaga do Sampaio Corrêa apareceu no tempo certo para impedir a finalização do atacante. Cinco minutos depois, após cruzamento do lateral-direito Hereda, Jiménez cabeceou e acertou a trave do gol defendido por Rodrigo Carvalho. 

O cenário permaneceu o mesmo até o fim do jogo. O Sampaio Corrêa tentava pressionar, mas apesar de não conseguir encaixar uma jogada para matar o jogo, o Náutico conseguiu se defender bem e segurou o placar. Com o apito final, os quase dez mil torcedores presente nos Aflitos fizeram muita festa, entoando o canto 'vamos subir Náutico'.

FICHA DO JOGO

Náutico: Jefferson; Hereda, Diego Silva, Camutanga e Erick Daltro; Josa, Jiménez e Jean Carlos (Álvaro); Matheus Carvalho (Jhonnatan), Thiago e Rafael Oliveira (Wallace Pernambucano). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Sampaio Corrêa: Rodrigo Carvalho; Everton, Odair, Paulo Sérgio e Romano; Ferreira, Capanema (Alex Henrique) e Eloir (Diones); João Paulo (Welder), Roney e Salatiel. Técnico: João Brigatti.

Local: estádio dos Aflitos, Recife (PE); ÁrbitroLeandro Bizzio Marinho (SP). AssistentesAnderson José de Moraes Coelho e Evandro de Melo Lima (ambos de SP). Gols: Salatiel, aos 26' do 1º T e Josa, aos 47' do 1ºT; Jiménez, aos 9' do 2ºT. Cartões amarelos: Jiménez (Náutico); Ferreira, Salatiel e Romano. (Sampaio Corrêa) Público: 9.419 torcedores. Renda: R$ 142.886.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM