Jornal do Commercio
Análise
Série C

Náutico volta as atenções para a decisão contra o Juventude

Equipes se enfrentam neste domingo, pelo jogo de ida da semifinal da Série C

Publicado em 11/09/2019, às 07h19

Renato Cajá é o destaque do Juventude / Arthur Dallegrave/E.C Juventude
Renato Cajá é o destaque do Juventude
Arthur Dallegrave/E.C Juventude
Fernando Castro
Twitter: @fernand0_castro

Depois de muita comemoração e um dia de folga para descanso dos jogadores, o Náutico iniciou nesta terça-feira a preparação para a semifinal do Campeonato Brasileiro da Série C e, assim como foi nas quartas de final contra o Paysandu, não deve ter vida fácil para conseguir chegar à final. Única equipe do Grupo B que conseguiu conquistar o acesso, o Juventude não deu chances ao Imperatriz e goleou o time maranhense por 4x0, dentro de casa. É dentro do estádio Alfredo Jaconi, que o time gaúcho tem o seu maior trunfo.

Comandado desde março pelo técnico Marquinhos Santos, o Juventude se classificou em segundo lugar do Grupo B com 28 pontos conquistados. Dos 20 jogos disputados na Série C, venceu oito partidas, empatou outras oito e perdeu quatro vezes. Como mandante, o desempenho é positivo. A equipe alviverde perdeu apenas uma partida dentro de casa, para o Ypiranga, quando já estava com a classificação garantida na última rodada da primeira fase.

Como coincidência, o Juventude tem exatamente os mesmos 70% de aproveitamento do Náutico como mandante da Série C. Fora de casa, no entanto, os gaúchos não conseguem repetir o mesmo desempenho. Em dez partidas disputadas, venceu apenas duas, empatou cinco e perdeu três. Já o time pernambucano venceu quatro jogos, empatou dois e perdeu quatro vezes longe de seus domínios.

Tradicional clube do futebol brasileiro, o Juventude foi rebaixado no ano passado, quando foi vice-lanterna da Série B. No elenco gaúcho, poucos jogadores conhecidos. Titular na lateral-esquerda, Eltinho defendeu o Náutico em 2013. O centroavante Carlos Henrique é outro atleta com passagem pelo futebol pernambucano. O jogador defendeu o Sport no ano passado e também é titular do próximo adversário alvirrubro.



Experiente meia de 34 anos, Renato Cajá é o jogador mais conhecido e a principal peça da equipe. Artilheiro do Juventude na Série C com cinco gols marcados, o jogador comandou o time na caminhada do acesso e marcou três gols na goleada sobre o Imperatriz, garantindo a vaga na Série B do ano que vem. Apesar de reconhecer a qualidade do adversário, o elenco do Náutico se mostrou confiante para chegar à final.

"Fazer três gols em 20 minutos não é para qualquer time, é uma equipe de qualidade, já joguei contra eles, o campo é bom, a torcida inflama e a gente vai para cima, queremos a vitória, trazer um resultado positivo nos Aflitos. Temos que respeitar, mas vamos mostrar a nossa força, conseguimos o acesso em um jogo muito difícil, não foi fácil vencer o Paysandu e a gente vai com força total, estamos focados no título", comentou o atacante Matheus Carvalho.

PREPARAÇÃO

Depois do dramático acesso à Série B, o elenco do Náutico se reapresentou ontem com três ausências no treino. O lateral-esquerdo Wilian Simões voltou a sentir um incômodo no joelho esquerdo, assim como o atacante Rafael Oliveira, substituído contra o Paysandu, voltou a sentir a lesão na panturrilha direita. A dupla não participou da movimentação, assim como o atacante Thiago, com uma entorse no tornozelo direito.

"A gente estava bem concentrado, comemoramos bastante, mas agora na reapresentação a chave já virou, temos ambição de conquistar coisas maiores, eu quero ser campeão e todos aqui também, tem que pensar sempre mais e seguir os bons exemplos. Já virou a chave, o acesso ficou para trás, foi muito importante, mas a gente quer ser campeão. Vamos enfrentar uma equipe muito boa, a gente assistiu o jogo deles, mas vamos para cima, focados, pois queremos ir para a final", disse Matheus Carvalho.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM