Jornal do Commercio
Notícia
Alvirrubro

Atacante agradece ano vivido no Náutico e despista sobre propostas

Thiago teve uma grande temporada de estreia e tem chamado a atenção de outros clubes

Publicado em 18/10/2019, às 07h40

Thiago marcou oito gols em 39 jogos disputados pelo Timbu / Foto: Léo Lemos/Náutico
Thiago marcou oito gols em 39 jogos disputados pelo Timbu
Foto: Léo Lemos/Náutico
Klisman Gama
Twitter: @KlismanGama

Nos últimos anos, o Náutico tem conseguido revelar atacantes que se destacam na equipe profissional. Depois de um bom surgimento de Jefferson Nem, veio Erick, Robinho e agora Thiago. Aos 18 anos, o ponta-direita disputou 39 partidas e marcou oito gols, sendo cinco deles na Série C. Dono de uma canhota habilidosa, drible rápido e bom chute, ele teve sua primeira oportunidade com o elenco ainda com o técnico Márcio Goiano. Marcou o primeiro gol da reinauguração do estádio dos Aflitos e participou de jogos no começo da temporada alvirrubra. Um momento que o prata da casa reconhece a dimensão que tem.

“Representa muita coisa pelo fato de eu ser tão novo e estar conquistando tantas coisas nesse ano de 2019, que foi muito importante para a minha carreira. Saí da base para o profissional em tão pouco tempo. Tive minha primeira oportunidade com o professor Márcio Goiano. Pude ter uma pré-temporada boa, fiz o gol na reabertura dos Aflitos. Fui bem acolhido pelo grupo, que me abraçou com um carinho imenso. Tenho que agradecer por tudo que aconteceu neste ano na minha vida. Meus companheiros vieram me ajudando muito, me dando conselhos. E também agradecer a Deus por tudo que ele vem fazendo na minha vida. Esse título que a gente ganhou foi muito importante, não só na minha carreira mas para o clube também, que ganhou seu primeiro título nacional”, analisou Thiago em entrevista exclusiva para a Rádio Jornal.

Na reta final da Série C, mais precisamente no jogo da volta contra o Paysandu, o atleta sofreu uma lesão no tornozelo e acabou perdendo o restante da campanha alvirrubra rumo ao título. Mas até aquele momento, Thiago ocupava o posto de destaque do Náutico na Terceira Divisão. Era o jogador mais importante do time.



CRESCIMENTO EM 2019

A evolução ao longo do ano foi nítida e ele tem amadurecido, chamando a atenção de outros clubes. Consultas à diretoria do Náutico foram feitas, mas até então nada de concreto para tirar o jogador dos Aflitos. Com o potencial demonstrado, é questão de tempo para que aconteça. O jogador prefere se esquivar do assunto, deixando a responsabilidade de escolha para o seu futuro a cargo da diretoria alvirrubra e do seu empresário.

“Eu procuro fazer meu trabalho dentro de campo. Essas coisas de outros clubes interessados em mim, eu deixo para meu empresário e para os diretores, para acharem a melhor opção, se for bom para mim e para o clube também. Vou pegar essas férias para me tratar e voltar bem. Se tiver um interesse de clube de fora, é aproveitar e fazer minha vida fora do Brasil. Mas agora só penso no Náutico, que é o clube que me abraçou desde o começo. Então eu deixo essas coisas para meu empresário e para os diretores”, acrescentou.

THIAGO DAQUI A 10 ANOS

E como todo jogador jovem, existe em Thiago a ambição de atuar fora do país, de alçar voos mais altos. Quando perguntado sobre onde ele se imagina daqui a 10 anos, a mente do atleta se agarra aos sonhos que carrega consigo desde que deu os primeiros passos no esporte. “Se Deus quiser, sendo campeão do mundo na Seleção Brasileira e jogando na Europa também. Se Deus quiser, vou alcançar os meus objetivos”, concluiu o atacante Thiago.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM