Jornal do Commercio
Notícia
Eleições

Edno Melo é reeleito e chapa da situação do Náutico tem maioria dos votos no Conselho

Chapa encabeçada por Alexandre Carneiro, apoiada da situação, terá 186 cadeiras no Conselho Deliberativo

Publicado em 08/12/2019, às 20h33

Chapa apoiada pela situação teve ampla maioria dos votos no Conselho Deliberativo / Léo Lemos/Náutico
Chapa apoiada pela situação teve ampla maioria dos votos no Conselho Deliberativo
Léo Lemos/Náutico
Fernando Castro
Twitter: @fernand0_castro

O clima conturbado nos bastidores das eleições do Náutico, durante a última semana, ficou de lado. Com um clima amistoso e muita tranquilidade durante todo o dia, 1.198 sócios compareceram à sede dos Aflitos, votaram e confirmaram à reeleição do atual presidente Edno Melo, candidato único para executivo. Para o Conselho Deliberativo, a chapa liderada por Alexandre Carneiro, apoiada pela situação, ganhou a ampla maioria dos votos e conquistou 186 cadeiras no conselho.

Reeleito ao lado do vice-presidente Diógenes Braga, Edno Melo recebeu 1.150 dos 1.198 votos dos sócios alvirrubros. Para a eleição do executivo, 47 pessoas votaram em branco e um sócio votou nulo. O atual mandatário alvirrubro é o primeiro presidente a ser reeleito após Ricardo Valois, que presidiu o Náutico entre 2004 e 2007. Com um sistema de voto manual, seis urnas estiveram disponíveis para os sócios, que votaram de forma tranquila, sem formação de filas.

"Os torcedores estão vendo que o que está sendo planejado está sendo executado de maneira maestral. A gente não consegue fazer nada que não seja planejado, então eu quero primeiramente agradece esse carinho e amor que a torcida está passando para o clube, esse momento plural do Náutico é muito importante para gestões futuras. A gente está aqui hoje, vou ser o presidente do clube por mais dois anos, mas o Náutico vive para sempre, então é essa mensagem que a gente quer passar. O Náutico não pode ser tratado de qualquer jeito, quem quer o Náutico melhor, com conquistas e títulos, tem que tratar o clube bem, isso estamos fazendo", declarou o presidente Edno Melo, após ter reeleição confirmada.

CLIMA AMENO

O processo eleitoral teve início pontualmente às 8h, com uma roda de oração conduzida pela Comissão Eleitoral, com a figura do presidente Paulo Azevedo iniciando as atividades. De forma gradativa, a movimentação acelerou até o fim da manhã. Até as 9h, na primeira parcial divulgada, pouco mais de cem pessoas haviam votado, 221 até as 10h e praticamente duplicando o número às 11h, com 424 votos.



O presidente executivo Edno Melo, ao lado do vice-presidente Diógenes Braga, votaram pela manhã, assim como os três membros que encabeçaram as chapas na disputa pelo Conselho Deliberativo. Alexandre Carneiro, apoiado pela situação, e Newton Morais e Raphael Gazzaneo, saíram confiantes em alcançar o número de votos mínimo que garantissem a representatividade esperada no Conselho.

CONSELHO DELIBERATIVO

Apesar do clima tenso nos bastidores, com a tentativa de impugnação da candidatura de Newton Morais, as eleições para o Conselho Deliberativo ocorreram também com um cenário de tranquilidade. A composição do órgão é feita de forma proporcional ao percentual que cada chapa obteve nas urnas. Dessa maneira, a chapa da situação, coordenada por Alexandre Carneiro, terá o direito de indicar 186 conselheiros. Enquanto a chapa encabeçada por Newton Morais, terá 43 representantes e, por último, o grupo liderado por Raphael Gazzaneo contará com 34 lugares no conselho.

Dentre os nomes que cada chapa propôs, serão eleitos os conselheiros de acordo com a antiguidade na matrícula de sócio, outra determinação estatutária. Havendo empate em relação a data de associação, o desempate será pela idade, com preferência para o candidato mais velho.

Passada a eleição, os 270 conselheiros eleitos tomarão posse até o quinto dia útil do próximo ano. Na ocasião, através de uma eleição indireta, os conselheiros elegerão o presidente, o vice-presidente, bem como para o primeiro e segundo secretário do Conselho Deliberativo, que terão um mandato de quatro anos. Até o momento, as chapas lideradas por Newton Morais e Raphael Gazzaneo não indicaram os candidatos e apenas Alexandre Carneiro foi indicado previamente para concorrer a presidência, representando a situação.

VOTOS

Executivo

Total de votos: 1.198

1.150 para a chapa única (Edno Melo e Diógenes Braga)

47 brancos e 1 nulo

Conselho Deliberativo

Votos válidos: 1.187

8 brancos e 3 nulos

Formação do Conselho Deliberativo para os próximos quatro anos:

Chapa 100, de Newton Morais: 43 cadeiras

Chapa 200, de Alexandre Carneiro: 186 cadeiras

Chapa 300, de Raphael Gazzaneo: 34 cadeiras




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM