Jornal do Commercio
Notícia
Erick

Apresentado oficialmente, Erick busca reencontrar o bom futebol no Náutico

Desde que deixou o Náutico, Erick não conseguiu repetir o mesmo desempenho que teve no Timbu

Publicado em 13/01/2020, às 15h01

Erick foi apresentado oficialmente no Náutico / Fernando Castro/JC
Erick foi apresentado oficialmente no Náutico
Fernando Castro/JC
Fernando Castro
Twitter: @fernand0_castro

Depois de reestrear com a camisa alvirrubra no amistoso contra o Treze, no último domingo (12), no estádio dos Aflitos, o atacante Erick foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira (13), no CT Wilson Campos. De volta ao Náutico praticamente dois anos depois de ser vendido ao Braga, o jogador esperar reencontrar o bom futebol no clube que o projetou.

Pelo clube português, o atacante não ganhou muitas oportunidades e entrou em campo apenas uma vez pelo time principal. Em 2018, Erick foi emprestado ao Vitória, por onde ficou até o primeiro semestre de 2019 e disputou, ao todo, 32 jogos, marcando dois gols. Já no segundo semestre, o jogador foi cedido por empréstimo ao Gil Vicente, também de Portugal. Por lá, entrou em campo 11 vezes e não conseguiu marcar gol.

"Depois da minha venda, acabei não tendo muitas oportunidades na equipe principal do Braga e acabei jogando na time B lá. Depois fui para o Vitória, quando consegui ter sequência jogando uma Série A, acho que fiz um bom campeonato depois da Copa do Mundo. A gente acabou sendo rebaixado, as coisas não aconteceram como eu planejei, voltei para Portugal e no Gil Vicente aconteceu a mesma coisa, não tive sequência, jogava pouco e um jogador quando não tem sequência não rende o que esperam dele", comentou Erick.



De volta ao Náutico, o jogador destacou a felicidade pelo retorno e prefere esquecer os últimos anos para voltar a ter sequência. "Mas agora é bola para frente, passou, estou muito feliz de estar voltando para a minha casa, um lugar que eu fui muito feliz. Foi uma negociação difícil, mas eu nunca deixei de acreditar, queria voltar de todo jeito e graças a Deus estou aqui de volta", destacou. 

ERICK NO NÁUTICO

Já no Náutico, os números de Erick são positivos. No primeiro ano como profissional, em 2017, o jogador conseguiu se firmar no time titular, sendo o principal jogador da equipe. Ao todo, o atacante disputou 39 jogos e marcou nove gols. Vendido ao Braga, Erick deixou o Timbu antes do final da Série B, quando o clube acabou sendo rebaixado. 

"Foi uma contratação muito festejada não só pela torcida, mas internamente também. O jogador teve uma vontade muito grande de voltar, que aliás tem sido uma característica dos atletas que têm vindo, com vontade de voltar a defender o clube, como Kieza, Ronaldo Alves e o Erick também. Houve a oportunidade de trazer ele muito por conta da vontade do atleta, foi uma negociação difícil, mas em momento algum desistimos", comentou o vice-presidente Diógenes Braga, durante a apresentação do jogador.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM