Jornal do Commercio
Notícia
Clássico

Mesmo sem lesões, Willian Simões e Matheus Carvalho são dúvidas no Náutico

Jogadores são dúvidas para o clássico contra o Sport, neste sábado, pela Copa do Nordeste

Publicado em 14/02/2020, às 18h58

Matheus Carvalho é dúvida para o clássico / Léo Lemos/Náutico
Matheus Carvalho é dúvida para o clássico
Léo Lemos/Náutico
Fernando Castro
Twitter: @fernand0_castro

Substituídos com dores musculares durante o jogo contra o Toledo-PR, pela Copa do Brasil, o lateral-esquerdo Wilian Simões e o atacante Matheus Carvalho foram submetidos a exames e não tiveram lesões detectadas. Mesmo sem nenhuma contusão, no entanto, os jogadores ainda são dúvidas para o clássico contra o Sport, neste sábado, pela Copa do Nordeste. No único treino antes do jogo, realizado no início da noite desta sexta-feira, a dupla esteve ausente e não participou do aquecimento, única parte da movimentação liberada para a imprensa.

"Nós temos um trabalho bastante intenso com a fisiologia, fisioterapia, preparação física e departamento médico, estamos uma carga intensiva de jogos, com viagens, um desgaste muito grande. O atleta não é uma máquina, mesmo com uma pré-temporada muito bem feita, eles estão sentindo esse desgaste. No caso específico do Matheus Carvalho e Wilian Simões, que saíram de campo no último jogo sentindo um pouco mais o desgaste, foram feitos exames, eles não estão vetados, estão apenas no tratamento intensivo", explicou o preparador físico Walter Grassmann.



DESFALQUES

Além do lateral-direito Bryan e do zagueiro Diego Silva, que foram expulsos no último jogo contra o Botafogo-PB e estão suspensos, o Náutico tem três desfalques contra o Sport. Com lesões mais graves, os atacantes Kieza e Álvaro estão em tratamento no departamento médico, assim como o zagueiro Rafael Dumas, que se lesionou contra o Afogados, pelo Campeonato Pernambucano. O defensor torceu o joelho e vai ficar de fora por cerca de três semanas.

Na terceira semana de recuperação, o atacante Kieza tem evoluído bem da torção no tornozelo esquerdo. Nesta sexta-feira, o jogador iniciou os trabalhos com a fisioterapia e na próxima segunda-feira pode começar a transição física, último estágio antes de retornar aos treinos com bola. Apesar da evolução, o Náutico não pretende antecipar a volta do atleta. "Não vamos antecipar a volta de Kieza, programamos um período de quatro a seis semanas de recuperação, já faz 21 dias, a evolução está dentro do que tínhamos planejados e quem sabe até a próxima segunda-feira ele comece a transição física", completou Walter.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM