Jornal do Commercio
Comemoração

Ídolos alvirrubros festejados no aniversário de 110 anos do Náutico

Ex-atacantes Kuki e Bita receberam homenagem da diretoria timbu

Publicado em 07/04/2011, às 21h48

Do JC Online

Os 110 anos do Náutico foram comemorados nesta quinta-feira (7/4) com homenagens a dois eternos ídolos alvirrubros: os ex-atacantes Kuki, jogador que mais vestiu a camisa do clube (389 partidas), e Bita, maior artilheiro da história alvirrubra (223 gols). O primeiro, atualmente assistente-técnico da equipe profissional, ganhou um painel com o seu rosto na entrada dos Aflitos. O segundo, falecido em 1992, passou a dar o seu nome à concentração do Centro de Treinamentos Wilson Campos.

“São homenagens mais do que justas. Kuki é o maior ídolo dos últimos 20 anos do Náutico. E Bita estará agora imortalizado dando o seu nome à concentração do CT. Para que todas as gerações saibam quem ele foi”, disse o presidente Berillo Júnior.



Kuki e os familiares de Bita agradeceram as homenagens. “Tive muitas glórias aqui dentro, momentos tristes também, mas que fazem parte da nossa vida. Para mim, é uma felicidade imensa ter a minha imagem eternizada”, afirmou Kuki.

“Fiquei felicíssima. Ele merecia essa homenagem há muito tempo. Bita era um jogador que vivia o Náutico e tinha o clube no coração”, disse a esposa do Homem do Rifle, Tânia Lassalvia.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM