Jornal do Commercio
jogos

Obras para Olimpíadas e Paralimpíadas estão dentro do prazo, diz prefeito do Rio

A meta da prefeitura é inaugurar dois equipamentos por mês a partir de agosto do ano que vem

Publicado em 19/12/2014, às 15h28

 / Foto: Francisco Medeiros/ ME

Foto: Francisco Medeiros/ ME

Da ABr

A quase 20 meses do início das Olimpíadas e Paralimpíadas de 2016, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, afirmou nesta sexta-feira (19) que nenhuma obra está atrasada para os jogos. A declaração foi feita durante coletiva de imprensa sobre o balanço dos projetos olímpicos municipais, no Parque Olímpico, na Barra, zona oeste da capital. A meta da prefeitura é inaugurar dois equipamentos por mês a partir de agosto do ano que vem.

“Temos pleno controle do processo hoje. Aquilo que nos assustava no início do ano, como o Parque de Deodoro, não nos assusta mais”, comentou ele, que disse estar confiante de que estará tudo pronto antes de agosto de 2016.

Paes admitiu que a entrega do velódromo, que começou a ser erguido neste ano, está com atraso de três semanas no cronograma, mas disse que o problema será contornado. “É um equipamento de cinco mil lugares. De todos os estádios, é o menor. Uma curva de atraso de três semanas não é nada, se recupera facilmente”, comentou. “Para os padrões brasileiros é como música para os ouvidos”.

O prefeito do Rio lembrou que os trabalhos começaram em 2010, com a criação de parcerias público-privadas. “Praticamente o que a prefeitura usou de ativo para viabilizar os recursos privados para as olimpíadas foi o potencial construtivo", comentou ao salientar que cerca de 57% do orçamento de infra-estrutura está sendo financiado por empresários.  

A prefeitura é responsável por 14 projetos que vão custar R$ 14,3 bilhões. Deste total, 64% (R$ 9,2 bilhões) vêm de recursos privados, 28% (R$3,9 bilhões) municipais e 8% (R$1,2 bilhão) federais. O orçamento total das obras foi atualizado para R$ 37,6 bilhões. Em abril, os valores divulgados eram de R$ 36,7 bilhões. Há investimentos ainda do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e de parcerias público privadas (PPPs).




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe
As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM