Jornal do Commercio
Boxe

Todo Duro e Holyfield trocam sopapos durante evento de assinatura do contrato da Luta do Século

Pugilistas protagonizam uma das maiores rivalidades do boxe nordestino

Publicado em 16/04/2015, às 16h40

Luciano
Luciano "Todo Duro" assinou contrato da Luta do Século e não economizou nas provocações a Holyfield
Luana Ponsoni/Especial para o JC Imagem
Luana Ponsoni

Encenação ou não, o fato é que o clima esquenta todas as vezes em que o pernambucano Luciano “Todo Duro”, 50 anos, e o baiano Reginaldo “Holyfield”, 49, são obrigados a dividir o mesmo espaço. Nesta quinta-feira (16), no Clube Português, não foi diferente. Os pugilistas acabaram trocando sopapos e chegaram a rolar pelo chão durante evento promovido pela organização da Luta do Século para que ambos assinassem os documentos do combate. O embate está marcado para o dia 11 de agosto, no Recife, e será o tira-teima de uma das maiores rivalidades do boxe nordestino. Os boxeadores já se enfrentaram seis vezes, tendo três vitórias cada um. 

 “Por serem anos de provocação, muita gente acha que essa inimizade entre os dois é brincadeira, que o negócio virou comédia, mas não é. Tudo isso é real, eles não se suportam. A luta é séria. Em cima do ringue, eles vão para cima mesmo”, garantiu o empresário de Holyfield, Charles Nascimento.



 

A confusão começou depois que Todo Duro disse querer oferecer um presente ao rival para selar a paz entre ambos após anos de discórdia. O pernambucano, então, entregou uma coroa de flores ao baiano e aproveitou a aproximação para tentar acertá-lo com um soco. Ambos acabaram indo ao chão e tiveram de ser segurados por integrantes da organização da Luta do Século.

Na confusão, Holyfield acabou levando a pior. Teve o óculos avariado e acabou abrindo pontos de um corte que sofreu na cabeça após se envolver em confusão com ambulantes em Slavador (BA), há dois dias. O episódio, inclusive, foi motivo de piada para Todo Duro. O pernambucano repetia a todo o instante que o pai de Holyfield era ele e, por isso, apenas ele poderia bater no baiano.

Confira os dizeres grafados na coroa de flores oferecida por Todo Duro a Holyfiel:

Holyfield "estraçaiado" e sepultado junto com o boxe baiano, saudades eternas, de seu pai Todo Duro e dos pernambucanos.

 





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM