Jornal do Commercio
RIO 2016

Yane Marques é indicada para ser a porta-bandeira do Brasil na Rio 2016

A pentatleta pernambucana concorre com dois atletas em votação popular

Publicado em 24/07/2016, às 22h00

A pentatleta pernambucana Yane Marques concorre em votação popular ao posto de porta-bandeira do Brasil / JC Imagem
A pentatleta pernambucana Yane Marques concorre em votação popular ao posto de porta-bandeira do Brasil
JC Imagem
Leonardo Vasconcelos

A pentatleta Yane Marques foi indicada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para ser a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de abertura da Olimpíada do Rio de Janeiro 2016. Os outros indicados são o jogador de vôlei Serginho e o velejador Robert Scheidt. O escolhido vai ser definido por meio de votação popular. As pessoas podem escolher qual medalhista olímpico terá essa honra na página dos Jogos Olímpicos do Rio do site do Globo Esporte.

>>> Yane Marques segue para 3ª Olimpíada na carreira

O resultado será divulgado no próximo dia 31. Cinco dias depois, o porta-bandeira estará à frente da delegação brasileira no Maracanã. Dos três atletas que estão na lista elaborada pelo COB, apenas Yane Marques não é campeã olímpica. Em 2012, ela ficou com o bronze. Robert Scheidt já foi o porta-bandeira na abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim-2008.



Sarah Menezes, do judô, Arthur Zanetti, da ginástica artística, e as jogadoras da seleção feminina de vôlei ficaram fora da votação porque competem na manhã do dia 6 de agosto e não vão participar da cerimônia no Maracanã.



Comentários

Por Maria Emilia,27/07/2016

Quero que seja ela a Porta Bandeira do Brasil.

Por ELIZABETH VARJAL,25/07/2016

Yanne merece representar o Brasil por ser uma atleta guerreira, dedicada e valente como toda nordestina.

Por Pedro,25/07/2016

Cade o link para o site da votacao?

Por jesualdo Alcantara,25/07/2016

Voto em Yane Marques

Por RÔMULO FERNANDES,25/07/2016

Yane sem dúvidas.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM