Jornal do Commercio
TÊNIS

Simona Halep supera croata na estreia em torneio de tênis na Rússia

Número 4 do mundo venceu por 2 sets a 0

Publicado em 01/02/2017, às 15h09

Simona Halep bateu a croata Ana Konjunh na Rússia / PETER PARKS/AFP
Simona Halep bateu a croata Ana Konjunh na Rússia
PETER PARKS/AFP
Estadão Conteúdo

Eliminada na sua partida de estreia no Aberto da Austrália, Simona Halep se recuperou ao abrir sua participação no Torneio de São Petersburgo com vitória. Nesta quarta-feira, a número 4 do mundo superou a croata Ana Konjunh, 39ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6 (7/2), em 1 hora e 37 minutos. 

Halep oscilou em quadra, tanto que perdeu o seu saque três vezes, mas como converteu quatro break points, conseguiu assegurar a vitória e a passagem às quartas de final do evento russo do qual é a primeira cabeça de chave. 

A próxima adversária de Halep em São Petersburgo já está definida e será a russa Natalia Vikhlyantseva. Convidada da organização, a número 115 do mundo surpreendeu nesta quarta-feira ao superar a compatriota Daria Kasatkina, 27ª colocada no ranking, por 7/6 (7/4) e 6/2. 



KUZNETSOVA TAMBÉM VENCEU

Outra tenista russa garantida nas quartas de final é Svetlana Kuznetsova. A número 8 do mundo derrotou a australiana Daria Gavrilova, 26ª colocada no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/3, em 1 hora e 21 minutos. Sua próxima rival será a casaque Yulia Putintseva, número 34 do mundo, que superou a alemã Annika Beck (67ª) por 6/4 e 6/0.

Ainda pela primeira rodada do Torneio de São Petersburgo, no duelo entre medalhistas de ouro na Olimpíada do Rio, a russa Elena Vesnina, número 16 do mundo, fez 6/3 e 6/1 na compatriota Ekaterina Makarova (37ª). Agora ela medirá forças com a francesa Alize Cornet.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM